SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número1Análise de uma Nova Abordagem Educativa no ensino de ligações químicas a alunos espanhóis do Secundário índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Da Investigação às Práticas

versão On-line ISSN 2182-1372

Invest. Práticas vol.7 no.1 Lisboa mar. 2017

 

EDITORIAL

Editorial

 

Clarisse Nunes, Dalila Lino, Marina Fuertes, Margarida Rodrigues, Otília Sousa,
Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa

 

Khalil Gibran (2001) considerou que a Arte e a
Cultura educam o homem e a Ciência humaniza-o.

 

Nesta dimensão a revista Da Investigação às Práticas: Estudos de Natureza Educacional procura numa perspetiva plural divulgar o trabalho de investigação na área da educação, acolhendo uma ampla gama de disciplinas, de temas e de perspetivas metodológicas.

O primeiro número do volume 7 da Revista inclui contributos de diferentes áreas do saber o que é congruente com o seu desígnio de se constituir como um espaço plural para investigadores e profissionais da educação apresenta cinco artigos. O primeiro artigo, intitulado Analysis of a new teaching approach to teach chemical bonding to High School Spanish students, de Esther Felipe, Raquel Cézar, Ana Moliní, Cosntancio Pérez e Manuel Simarro da Universidade de Castilla La Mancha, apresenta um estudo empírico focado especificamente numa nova abordagem de ensino da ligação química, tendo concluído que essa abordagem permitiu desenvolver nos alunos um nível mais elevado de pensamento analítico e um maior aprofundamento do seu conhecimento. Estas conclusões interpelam as instituições que formam futuros docentes no que respeita à preocupação em desenvolver o seu conhecimento científico.

O segundo internacional, artigo da autoria de Anna Camps, apresenta a história, o processo e as aprendizagens resultantes de 25 anos da criação da faculdade de Ciências da Educação da Universidade Autónoma de Barcelona e da sua investigação na área da didática da língua para discutir a articulação entre os diferentes domínios do ensino da língua (leitura e a escrita ou escrita e o conhecimento gramatical). A autora apresenta a constituição de uma área de saber e o modo como a didática vai reclamando um campo de atuação eminentemente poliédrico e hermenêutico.

No artigo seguinte, Isabel Barroso e equipa apresentam uma investigação quasi-experimental sobre as diferenças interativas e comunicativas de educadoras e das mães com crianças em idade em pré-escolar. Neste estudo são comparados os comportamentos interativos e comunicativos de mães e educadoras durante a construção de um artefacto, tendo à disposição os mesmos materiais, ferramentas, nas mesmas condições e com o mesmo tempo. O estudo relevou diferenças significativas na forma de atuar e comunicar das mães e educadoras, discutindo os autores a complementaridade dos papéis de mães e dos profissionais de educação.

Alfredo Dias desafia-se no artigo "História e desenvolvimento de competências na educação básica: a experiência da Eselx" a analisar, numa perspetiva epistemológica, o processo de construção da operação histórica na área disciplinar da História na educação básica; bem como a definir as competências essenciais a desenvolver nesta área para refletir sobre resultados e supervisão da prática pedagógica da Eselx neste domínio.

No artigo Professor José Eduardo Moreirinhas Pinheiro: um percurso biobibliográfico, apresentado por Nuno Ferreira, é descrito ao leitor o percurso biográfico, científico e pedagógico de José Eduardo Moreirinhas Pinheiro, antigo professor da Escola do Magistério Primário de Lisboa, figura emblemática da educação, cuja obra deixa contributos assinaláveis na história da Educação Portuguesa. O artigo compila, também, a vasta obra do professor Moreirinhas Pinheiro.

As contribuições dos autores que colaboram neste número incidem sobre uma variedade de problemáticas – política educativa, interação e desenvolvimento, percurso de vida e área disciplinar - a partir de diferentes abordagens, ampliando e humanizando o campo educativo.

Após a revisão por pares (duplamente cega), a revisão linguística dos artigos em português foi realizada por Antónia Estrela, Helena Barroso, Mariana Pinto e Sandrina Esteves, os resumos em francês foram revistos por Laurence Vohlgemuth e Maria João Alves e os resumos em inglês com Carlos Pereira.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons