SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número27European and Latin American Higher Education Betwwen Mirrors: Conceptual Framewoks and Policies of Equity and Social Cohesion índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Rev. Lusófona de Educação  no.27 Lisboa set. 2014

 

TESES E DISSERTAÇÕES

 

Doutoramento em Educação

Esmeralda Maria Gomes do Espírito Santo

O manual escolar e a curiosidade pelo saber. Estratégias pedagógicas em manuais de língua materna (7º/ 10º anos)

Orientador: Professor Doutor José B. Duarte

O Manual escolar e a curiosidade pelo saber. Estratégias pedagógicas em manuais de Português (7º/10º anos) investiga a possibilidade de as atividades de manuais desenvolverem a ‘curiosidade pelo saber’ numa (re)construção de aprendizagens através de uma educação problematizadora e uma progressiva autonomia, promotora de ‘aprendizagens significativas’ pelo aluno e tendo por companheiro o manual, que “continua a ser, de longe, o suporte de aprendizagem mais difundido e … o mais eficaz(Gerard & Roegiers,1998, p.15).Mediante uma abordagem qualitativa, analisámos manuais de (7º/10ºanos), após a ‘Reorganização Curricular- Ensino Básico’ (2001) e a ‘Reforma-Ensino Secundário’ (2004), a partir de ‘situações problemáticas’ que desenvolvam essa curiosidade e realizámos entrevistas semidiretivas e questionários (alunos/professores) sobre o uso desses manuais, incluindo depois registos de trabalho em aula.Partindo de orientações legislativas, confirmadas ou infirmadas pelo enquadramento teórico, repensamos, através dos manuais, a interpretação, a monitorização do currículo e o(s) modelo(s) de organização de práticas educativas.Os resultados orientam-se para a necessidade de uma leitura crítica do fomentar da autonomia e de um pensar crítico na construção de aprendizagens duradouras, na utilização das propostas de atividade, a partir da ‘curiosidade do aluno’.

Palavras-Chave: Manual escolar; Curiosidade pelo Saber; Aprendizagem significativa; Didática; Competências.

 

The schooltextbook and the student’ curiosity for knowledge. Pedagogical strategies in Portuguese school textbooks – grades 7th and 10th

The school text book and the student’s curiosity for knowledge. Pedagogical strategies in Portuguese school textbooks – grades 7th and 10th investigates the possibility for the awakening of the student curiosity by school textbooks’ activities, thus stimulating learning, autonomy and critical thinking, because “school textbook is, by far, the most efficient and popular tool for learning” (Gerard & Roegiers,1998, p.15). By means of a qualitative approach, from ‘problematic situations’ framed on a curriculum by ‘competences’, and focused on the ‘High Education Reform’, 2004/ ‘Basic Curricular Reorganization’, 2001’ textbooks, we conducted semi direct interviews/ questionnaires (teachers/ students) and classroom observations in public schools. Departing from legislative guidelines, confirmed or infirmed, we aim to rethink the interpretation and monitoring of curriculum and analysis of the organizational models of educational practices in this school textbooks’ route.Data findings lead us towards the need for a critical thinking concerning the development of autonomy to develop long lasting leanings using the proposed activities of school textbooks, either in classroom or as homework, regarding the student’s curiosity. Thus, we hope this investigation will contribute to the rethinking of practices mainly in the learning-teaching process in the Portuguese domain.

Keywords: School textbook; Curiosity for knowledge; Meaningful learning; Didactics; Competencies.

Carla Silva

A educação conta? Ensino profissional e estratégias de mobilidade social em jovens das cidades de Barcelona e Lisboa. Um estudo comparado

Orientador: Prof. Doutor António Teodoro

Esta investigação sustenta-se num problema chave. O ensino profissional é usado pelos jovens, em Barcelona e Lisboa, como meio de estratégia de mobilidade social? Como é representado, social e culturalmente, o ensino profissional de jovens em Barcelona e em Lisboa? A partir deste problema chave pretendemos pesquisar sobre as trajetórias dos alunos neste ensino, saber quem são, quais as suas expectativas perante a formação que recebem e de que forma as escolas de cada país produzem e reproduzem o ensino profissional. Procuramos explicar que diferentes campos sociais e culturais de uma determinada população são usados simbolicamente como forma de estratégia, para adquirir ou manter, capitais sociais e económicos diferentes. Situando-se a pesquisa num contexto de crise económica local, nacional e europeia, da sua influência no mundo do trabalho e do acesso ao primeiro emprego, procuramos determinar as expectativas destes jovens perante um futuro que se augura confuso, numa sociedade que todos os dias parece mudar. O próprio sistema escolar promove as diferenças de classes e, dessa forma, legitima a escolha de um tipo de ensino, condicionando o destino dos jovens, vinculando-os com um habitus, criado não só pela escola, mas também pelo capital social familiar. Neste sentido, torna-se inteiramente pertinente, quer do ponto de vista teórico e empírico, quer do ponto de vista prático, avaliar os efeitos do ensino profissional ao nível da noção de trabalho e educação. Esta investigação tem também por objetivo contribuir para o conhecimento da noção de trabalho, por parte desses jovens e da sua relação com o ensino profissional, discutindo as teorias de reprodução cultural a partir das relações que se estabelecem nesta via de ensino, entre o capital cultural recebido e o capital cultural adquirido. A nossa estratégia de implementação da metodologia foi por sequência explanatória, sendo usada uma estrutura mista de métodos, permitindo realizar uma análise multivariada, que apresenta quatro estudos que permitiram contribuir para o conhecimento da relação dos valores educativos e valores de vida entre os jovens das duas amostras. A análise efetuada permitiu expor diferentes arquétipos e representações sociais e culturais sobre este tipo de ensino, realçando a distinção do valor dado ao trabalho e educação nas duas cidades estudas.

Palavras-chave: ensino profissional; capital cultural; habitus; reprodução cultural; representações sociais.

 

The education counts? Vocational education and strategies of social mobility in young of the cities of Barcelona and Lisbon. A comparative study

This research argues in a key problem. Vocational education is used by young people in Barcelona and Lisbon, as means of social mobility strategy? How is represented socially and culturally, vocational education of young people in Barcelona and Lisbon? Based on this problem we intend to research the history of the students, know who they are, what their expectations before the training they receive and how schools reproduce, in each country, the vocational education. We argue that different social and cultural fields in a given population are used symbolically as a way of strategy to acquire or maintain different social and economic capital. Being situated the research in the context of local, national and European in economic crisis, its influence on the world of labour and access to first job, we triedto determine the expectations of these young people facing a future that foretells confused, in a society that everyday seems to change. The school system itself promotes class distinctions and thereby legitimizes the choice of a type of education, affecting the destiny of young people, binding them to a habitus, created not only by the school but also by social and family capital. In this sense, it is entirely appropriate, both from a theoretical and empirical perspective, both from a practical standpoint, evaluating the effects of vocational education at the level of the concept of work and education. This investigation also aims to contribute to the knowledge of the concept of work by these young people and their relationship with vocational education, discussing the theories of cultural reproduction from the relationships that are established in this way of education between the cultural capital received and the cultural capital acquired. Our strategy for implementing the methodology was by explanatory sequence which is used as a mixed structure of methods, permitting conduct a multivariate analysis, which presents four studies that allowed to contribute to the knowledge of the relationship of educational values and life values among the youth of the two samples. The analysis has allowed exposing different archetypes, social and cultural representations of this type of education by highlighting the distinction of the value placed on work and education in both cities studied.

Keywords: vocational; cultural capital; habitus; cultural reproduction; social representations.