SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número15O Julgamento de Eva: Estereótipos de Género em discursos da contemporaneidadeDa educação de adultos à educação e formação de adultos. O sistema de reconhecimento, validação e certificação de competências em Portugal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Rev. Lusófona de Educação  n.15 Lisboa  2010

 

Maria de Fátima Rodrigues da Palma

2009

Determinantes da (in)eficácia do sistema escolar – uma análise ecológica

Orientação: Prof. Doutor José Manuel Figueiredo Santos

 

Este texto analisa o impacto das estruturas sócio-económicas e socio-institucionais na explicação da eficácia escolar, na transição do sistema de ensino obrigatório, para o ensino secundário, procurando descortinar os factores determinantes da «taxa bruta de escolarização no ensino secundário». Em termos metodológicos, utilizou-se a metodologia ecológica, tomando como unidade de análise os 278 Concelhos do Continente, referente ao período de 2004. A análise dos resultados revela que são os recursos culturais os elementos de clivagem que produzem maior diferenciação na explicação da eficácia do sistema escolar. Esta análise dá um retrato da estrutura socio-económica portuguesa e da estrutura socio-organizativa das escolas, permitindo concluir que os factores mais importantes na explicação da eficácia do sistema escolar se centram na necessidade de alargar a rede escolar de oferta formativa dos cursos profissionais em zonas urbanas; no aumento da procura formativa; num corpo docente estável e no investimento das câmaras em cultura e desporto. Assim, a eficácia escolar tende a mostrar-se mais como um problema estrutural do país, do que como um problema conjuntural de resolução imediata.

Palavras-chave Estruturas sócio-económicas; Estruturas sócio-organizativas; eficácia; sistema escolar

 

Determinants of (in) efficiency of the school system - an ecological analysis

This text analysis the impact of socio-economical and socio-institutional structures on the school success at the transition from the compulsory teaching grades to the secondary education, by selectively examining the determinant factors of the «schooling raw rate in the secondary education». Resorting on the so called «ecological methodology» and on data from the 278 councils of the Portuguese continental territory, the analysis shows that cultural resources are the cleavage factor generating higher differentiation in the explanation of the success of the school system.This analysis conveys a picture of the Portuguese socioeconomical structure in relation to the schools socio-organizational structure, allowing to conclude that the most important factors for the explanation of the school system success are centred in the enlargement of the school net of professional courses formative offer in urban areas; in the rise of the formative demand; in stability of the teaching staff; and in the investment of municipalities in culture and sport.Thus, the problem of school success is better viewed as a structural problem of this country, rather than a temporary problem of immediate resolution.

Keywords: socio-economical structures; socio-institutional structures; efficiency; school system.