SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número15Seminário: A Educação em Diálogos TransculturaisColóquio Internacional: Diversidade, Equidade e Inclusão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Rev. Lusófona de Educação  n.15 Lisboa  2010

 

Workshop

A Igualdade de Género no Reinventar de Lideranças

 

Maria Helena de Koning e Madalena Mendes

 

No dia 16 de Maio 2009, realizou-se na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, o Workshop subordinado à temática A Igualdade de Género no Reinventar de Lideranças, da responsabilidade da formadora Maria Helena de Koning, e promovido pelo Instituto de Ciências da Educação – UID – OPECE, em colaboração com a Fundação Cuidar O Futuro e o Instituto Paulo Freire de Portugal. O Workshop, sob a inspiração de Maria de Lourdes Pintasilgo – “É preciso realizar uma tarefa crucial: transformar cada lugar de decisão num locus vitae – restaurar a vida, aceitar o desafio da civilização em que vivemos” – tinha como objectivos: (i) promover, junto de líderes locais e profissionais em lugares de decisão, um processo de reflexão-acção em torno das lideranças emergentes em contextos profissionais, comunitários e familiares; (ii) experienciar e (re-) construir uma metodologia adequada para uma praxis unificadora de aprofundamento teórico e de acção no terreno; e (iii) constituir uma rede de mediadores/as socioculturais, multiplicadores/as de percursos de sensibilização para a igualdade de género e a qualidade de vida através de lideranças partilhadas.A metodologia adoptada no Workshop teve subjacente uma abordagem compósita entre o processo de aprendizagem pela conversa (conversational learning) de Baker, Jenson e Kolb com a praxis de produção de conhecimento Modus III Learning de Kunneman, na perspectiva da filosofia de conscientização de Freire.

A diversidade dos formandos (professores, alunos, educadores, técnicos na área de intervenção social e educativa e líderes locais) providenciou um espaço dialógico e crítico de partilha e de aprendizagem muito ricos, numa viagem permanente entre a reflexão e a acção transformadora, a partir das vivências e das intervenções dos participantes. A abertura a novas perspectivas, a necessidade de aprofundar conceitos e metodologias (designadamente a metodologia de Paulo Freire), a importância do desenvolvimento e da multiplicação de redes e de espaços de intervenção partilhada em prol da igualdade são algumas das motivações emergentes para a realização futura de mais workshops subordinados à temática da reinvenção das lideranças e da igualdade de género.