SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número8Concepções de liderança entre os professores da Academia Militar das Agulhas Negras: uma visão fenomenológicaMulheres entre o lar e a escola: os porquês do magistério índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Rev. Lusófona de Educação  n.8 Lisboa jul. 2006

 

Nair Álvares Domingues Guimarães

2006

 

O Ensino de Inglês como língua estrangeira: um estudo de caso sobre a competência comunicativa desenvolvida nos alunos do ensino médio

Orientação: Prof. Doutor Luciano Oliveira

 

Esta dissertação objetiva analisar e verificar o ensino da lingua inglesa na escola, tendo, como foco principal, a metodologia aplicada ao ensino da lingua em sala de aula do 1°, 2° e 3° anos do ensino médio. Pretende-se descrever a metodologia e analisar como são desenvolvidas nos alunos as quatro competências comunicativas: ler, escrever, ouvir e falar.

Apenas uma pergunta orientou nossa pesquisa: por que a escola particular do ensino médio não capacita os alunos a se comunicarem em ingles?

Para responder a essa pergunta, o autor observou aulas numa escola particular durante o primeiro semestre de 2003. Nossa pesquisa é de cunho qualitativo e, portanto, descritiva, pois os dados foram coletados através da observação em sala de aula durante o primeiro semestre de 2003. Questionários foram aplicados ao professor e a todos os alunos das três séries e, apenas os alunos expostos à lingua inglesa na escola foram entrevistados.

Os resultados demonstraram que, apesar da competência profissional do professor nas séries pesquisadas, a teoria subjacente ao método aplicado por ele ao ensino da lingua, nessa escola, compreende o aprendizado de uma lingua estrangeira como o estudo de suas regras gramaticais e seu vocabulario; dessa forma, não há espaço para comunicação oral na sala de aula.

 

 

This dissertation aimed at observing and analysing English teaching as a second language at school, focusing on the method applied to English teaching on 1 5t, 2nd and 3rd grades junior high school. The methodology was described and analysed taking on account how the communicative competence components, that is, speaking, writing, listening and reading, are developed on the students.

Only a question guided our research: why can’t the students speak English at the end of their private junior high school? To answer this question, in the first semester of 2003, the author observed classes at a private school. Questionnaires were collected from all the students in the classes and from their teacher as well, however, the students that were exposed to the English language exclusively at school were also interviewed.

The results proved that despite the professional competence of the teacher, the method applied to English teaching is based on a theory which the main purpose of learning a foreign Dissertações language is mastering its grammar rules and vocabulary,in consequence,there’s no space for communication in the classroom.