SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número6A experiência coletiva como fonte de aprendizagens nas lutas do movimento sem terra no BrasilEstudos de caso revelam efeitos socio-pedagógicos de um programa de formação de professores índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Rev. Lusófona de Educação  n.6 Lisboa  2005

 

As reflexões curriculares de Paulo Freire

Afonso Celso Scocuglia*

Este artigo pretende apreender as relações entre o conhecimento, a aprendizagem e o currículo no interior do pensamento político-pedagógico de Paulo Freire. Para isso, trabalhamos questões norteadoras do seu discurso especialmente desveladoras das reflexões curriculares em torno dos processos do conhecimento, da educação problematizadora, da passagem da ingenuidade à criticidade que marca a conscientização, da formação do educador, dos direitos das camadas populares ao conhecimento,da gestão e da autonomia escolares. Essas reflexões demonstram a vivacidade e a atualidade das contribuições pedagógicas do legado de Freire enquanto contraponto de uma educação cada vez mais estandartizada “de-cima-para-baixo” e hegemônica.

 

 

Paulo Freire’s curricular reflections

This paper aims to grasp the relationships involving knowledge, learning and the curriculum within Paulo Freire’s political-pedagogical thought. To achieve that, guiding questions of his intervention will be dealt with, particularly those revealing curricular reflections about processes of knowledge, problem-posing education, the move from candour to criticism which signals awareness, the educator’s training, the working classes’ right to knowledge, school management and autonomy. These reflections evidence the strength and opportunity of Freire’s pedagogical contributions and legacy as a counterpoint to a more and more ‘top-to-bottom’ standardised and hegemonic education.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

Referências bibliográficas

Delors,J. et al.(2000). Educação um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez/UNESCO.

        [ Links ]

Foucault, M. (1979). Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal.

Freire,P. (1959). Educação e atualidade brasileira. Recife: Universidade do Recife, Mimeo.

Freire,P. (1984a). Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire,P. (1980 a). Conscientização. São Paulo: Moraes.

Freire,P. (1984b). Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire,P. (1984c). Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire,P.( 1980b). Cartas à Guiné-Bissau. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire,P. (1982a). A importância do ato de ler. São Paulo: Cortez/Associados.

Freire,P. (1991). Educação na cidade. São Paulo: Cortez.

Freire,P. (1993). Política e educação. São Paulo: Cortez.

Freire,P. (1996). Pedagogia da autonomia. São Paulo: Cortez.

Freire,P. et al. (1985a). Pedagogia: diálogo e conflito. São Paulo: Cortez/Associados.

Freire,P. et al. (1985b). Por uma pedagogia da pergunta. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire,P. et al.-. (1987a). Medo e ousadia -o cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire,P. etal.(1980). Documento interno (Nº4 -sobre educação) do Partido dos Trabalhadores (PT). SãoPaulo: Partido dos Trabalhadores, Mimeo.

Heller,A. (1977). Sociologia da vida cotidiana. Barcelona: Ediciones Peninsula.

Morin, E. (2000). Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez/UNESCO.

Scocuglia,A.C.(2000).“Origens e prospectiva do pensamento político-pedagógico de Paulo Freire”. Revista Educação e Pesquisa, 25 (2), 25-37.

Scocuglia, A. C. (2001a). Histórias inéditas da educação popular –do Sistema Paulo Freire aos IPMs da ditadura. São Paulo: Cortez/Editora Universitária – UFPB.

Scocuglia, A.C. (2001b). A progressão do pensamento político-pedagógico de Paulo Freire. In: C.A. Torres (org.), Paulo Freire y la agenda de la educación latino americana en el siglo XXI, (pp.323-348). Buenos Aires: Edições do CLACSO,

Touraine,A.(1999). Poderemos viver juntos? Iguais e diferentes. São Paulo: Loyola.

UNESCO-CEAAL-CREFAL-INEA(2000). La educación de personas jóvenes y adultas en America Latina y el Caribe – Prioridades de acción en el siglo XXI. Santiago do Chile: UNESCO.

 

 

* Professor e pesquisador do Departamento de Fundamentação da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Brasil.

Correspondência

Universidade Federal da Paraíba

Centro de Educação

Cidade Universitária-Campus I

CEP: João Pessoa/PB -Brasil 58059-900

Email: scocuglia@terra.com.br