SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número6Educação crítica e desenvolvimento de uma cidadania multi-étnica. Uma perspectiva da Europa do sulA experiência coletiva como fonte de aprendizagens nas lutas do movimento sem terra no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Rev. Lusófona de Educação  n.6 Lisboa  2005

 

 

Encobrimentos e emergências pedagógicas na América Latina

Danilo R. Streck*

Este ensaio situa a reflexão no espaço entre as ausências ou ocultamentos e emergências pedagógicas na América Latina, tendo como referências a pedagogia do Outro (Paulo Freire), a sociologia das ausências e emergências (Boaventura de Sousa Santos) e os processos participativos de caráterer emancipatório. Argumenta-se que existe no pensamento popular uma matriz, historicamente formada, que por sua vez se constitui como base para experiências socialmente inovadoras. Na formação desta matriz encontram-se, entre outras, as pedagogias da sobrevivência, da resistência e da relação. São, por fim, apontadas algumas práticas pedagógicas onde, de forma criativa, esta matriz se atualiza e recompõe.

 

Silencing and the emergences within Latin American pedagogy

This essay situates de reflection between the silencing and the emergences within Latin American pedagogy, having as reference the pedagogy of the Other (Paulo Freire), the sociology of absences and emergences (Boaventura de Sousa Santos) and the participatory processes geared towards emancipation. It is argued that in popular thinking there is a matrix, historically constituted, which on its turn provides the basis for innovative social experiences. This matrix is constituted, among others, by what is here characterized as pedagogies of survival, resistance and relation. At the end, there is a short reference to some pedagogical practices where, in a creative way, this matrix renews and recomposes itself.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

Referências bibliográficas

Alvarez, S.E.; Dagnino, E.; Escobar, A.(orgs.). (2000). Cultura e política nos movimentos sociais latino-americanos: novas leituras. Belo Horizonte: Editora UFMG.

        [ Links ]

Argumedo, A. (2004). Los Silencios y las Voces de América Latina: notas sobre el pensamiento nacional y popular. Buenos Aires: Colihue.

Birgin, A. Et alii. (compiladores). (2004) Contra lo inexorable. Buenos Aires: Libros del Zorzal.

Borges, J. L. (2001). Arte Poética. Barcelona: Críttica.

Dussel.E. (1993). O encobrimento do outro: 1492 a origem do mito da modernidade. Petrópolis:Vozes.

Gonçalves, L.A.O. (2000) Negros e Educação no Brasil. In E.M.T. Lopes; L.M. Faria Filho, & C.G.Veiga. 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte:Autêntica.

Ianni,O.(1993). O labirinto latino-americano. Petrópolis:Vozes.

Leis, R. (1986). La sal de los zombis. Lima:Tarea.

Mariátegui, J. C. (1993) Existe um pensamento hispano-americano? In L. Zea (comp.). Fuentes de la cultura latino-americana II. México, DF: Fondo de Cultura Económica. p.39-45.

Marquez, G. G. (1967). Cien Años de Soledad. Buenos Aires: Editorial Sudamerica.

Martí, J. (1983). Nossa América. São Paulo: Hucitec.

Meliá, B.(1979) Educação indígena e alfabetização. São Paulo, Loyola.

Moreno Olmedo, A. (1993). El aro y la trama: episteme, modernidad y pueblo.Valencia (Venezuela): Centro de investigaciones Populares (CIP) – Universidade de carabobo.

Mouterde, P. (2003). Reinventando a utopia: práticas alternativas da esquerda latino-americana. Porto Alegre: Tomo editorial; Camp.

Pagura, F. (2004). Educatión y ecuminismo em América Latina y el Caribe: Retrospectiva y desafios. Buenos Aires: CELADEC.

Paiva,V.P.(1973). Educação popular e educação de adultos: contribuição à história da educação brasileira. São Paulo: Loyola.

Paludo, C. (2001). Educação popular em busca de alternativas: uma leitura desde o campo democrático e popular. Porto Alegre: Tomo Editorial; Camp.

Peresson, M. (1994). Educar desde las culturas populares. Cuadernos de Educación y Cultura. Santafé de Bogotá: Dimensión Educativa.

Santos, B.S. (org.). (2004). Conhecimento prudente para uma vida decente:“Um discurso sobre as ciências” revisitado. São Paulo: Cortez.

Tramonte, C. (2001). O samba conquista passagem: as estratégias e a ação educativa das escolas de samba. Petrópolis: Vozes.

Vallenilla, E. M. (1993). El problema de América. In L. Zea (comp.) Fuentes de la cultura latino-americana III. México, DF: Fondo de cultura Economica. p. 423-444.

Weinberg,G.(1995). Modelos Educativos en la historia de América Latina. Buenos Aires: A-Z Editora.

Westhelle,V. (2000). Voces de protesta em América Latina. México.

 

 

* Professor do Programa de pòs-Graduação em Educação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).

Correspondência

Programa de Pós-Graduação em Educação – Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Av. Unisinos, 950 -Bairro Cristo Rei -CEP 93.022-000 São Leopoldo -RS -Brasil

Email:danilo@poa.unisinos.br