SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número1Avaliação do padrão de sono, atividade física e funções cognitivas em adolescentes escolaresO teste ABC do movimento em crianças de ambientes diferentes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Ciências do Desporto

versão impressa ISSN 1645-0523

Rev. Port. Cien. Desp. v.7 n.1 Porto jan. 2007

 

A influência da participação de alunos em práticas esportivas escolares na percepção do clima ambiental da escola

Ana Lúcia dos Santos

António C. Simões

Escola de Educação Física e Esporte, Universidade de São Paulo

São Paulo, Brasil

 

RESUMO

O estudo visa verificar se a prática esportiva escolar influencia a percepção que os alunos têm do clima ambiental da escola. O clima ambiental é um conjunto de características do ambiente educacional, percebido pelos seus integrantes com certa constância. Todos os elementos da escola influenciam as características deste clima, inclusive o esporte. Os dados foram colectados em escolas públicas estaduais de São Paulo com alunos de treze a quinze anos do ensino fundamental. Através da análise da variável “prática esportiva” comparou-se alunos que têm e que não têm grupos de treinamento em suas escolas. Os resultados obtidos e analisados de acordo com o teste Qui-quadrado ou o teste exato de Fisher indicam com 95% de confiabilidade que alunos participantes de grupos de treinamento percebem a escola de uma maneira mais positiva do que os alunos que não têm prática esportiva.

Palavras-chave: clima ambiental, esporte, educação

 

ABSTRACT

The influence of student’s participation in intramural sports in the perception of environment in the school

The study seeks to verify if the intramural sports influences the student’s perception about the school environmental climate. The environmental climate is a group of characteristics of the education atmosphere, noticed by their members with certain constancy. All the elements of school influence the characteristics of this climate, including sports. The data were collected at state public schools of São Paulo, with students between thirteen and fifteen years old of the high school. Through the analyses of the “sportive practice” variable was made a comparison between students who have and who have not intramural sports in their schools. The obtained results and analyzed in agreement with the test Qui-square or Fisher exact test indicate with 95% of reliability that students who participate in the training groups perceive the school in a more positive way than students who do not participate in these groups.

Key-words: environmental climate, sport, education

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. Agresti A (1990). Categorial data analysis. New York: Wiley        [ Links ]

2. Aratangy L (2001). Qual a melhor escola para seu filho? Veja São Paulo 39: 31

3. Artinger L. (2006). The social benefits of intramural sports. Naspa Journal  43: 69-86

4. Bussab W , Morettin PA (2002). Estatística básica. São Paulo: Saraiva

5. Centro de estudos e pesquisas em educação, cultura e ação comunitária (2000). ONG e esportes: a cidadania entrando em campo. São Paulo: Cenpec

6. Condessa I (2004). A percepção dos alunos sobre o ambiente de aprendizagem nas aulas de Educação Física. Um estudo nos Açores. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto 4: 172-173

7. Conselho federal de educação física (2002). Intervenção do profissional de Educação Física. Rio de Janeiro: Confef

8. Ferrando MG (1990). Aspectos sociales del deporte: una reflexión sociológica. Madrid: Alianza

9. Garcia OG (2000). Revitalizando a prática escolar cotidiana através dos relatos e troca de experiência. Revista de Educação AEC 29: 103-111

10. Gibson JL, Ivancevich JM, Donnelly JM (1988). Organizações. São Paulo: Atlas

11. Iso-Ahola, S. The social psychology of leisure and recreational . In: Artinger L. (2006). The social benefits of intramural sports. Naspa Journal 43:69-86

12. Lucato S (2000). Iniciação e prática esportiva e suas dimensões sócio-culturais na percepção dos pais. Dissertação de Mestrado. São Paulo: Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo

13. Menezes LC (2001).Os papéis dos ensinos médio e superior. Veja São Paulo 34: 82

14. Paes RR (2002) A pedagogia do esporte e os jogos coletivos. In: De Rose D (Org.). Esporte e atividade física na infância e na adolescência:Uma abordagem multidisciplinar. Porto Alegre: Artmed, 89-98

15. Rees C R (2001) Character development, moral development, and social responsibility in physical education and sport: towards a sythesis of subdisciplinary perspectives. International Journal of Physical Education 38:52-59

16. Sage G. (1998) Does sport affect character development in athletes? Journal of Physical Education, Recreation and Dance  69:15-18

17. Salvador CC (2000). Psicologia do ensino. Porto Alegre: Artmed

18. Simões AC, Bohme MTS, Lucato S (1999) A participação dos pais na vida esportiva dos filhos. Revista Paulista de Educação Física 13: 34-35

19. Tagiuri R (1969). Person perception and interpersonal behavior. Stantdford: Standford University Press

20. Tyler RW (1976). Princípios básicos do currículo e ensino. Rio de Janeiro: Globo

 

CORRESPONDÊNCIA

Ana Lúcia P. dos Santos

R. Elisa Rodrigues, 49 - Planalto Paulista

São Paulo - SP - Brasil CEP 04058050

ana.padrao@superig.com.br

analuciapadrao@ig.com.br