SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número3Retenção da informação e percepção da justiça por parte dos alunos em relação ao controlo disciplinar em aulas de educação físicaAnálise comparativa entre o jogador libero e os recebedores prioritários na organização ofensiva, a partir da recepção ao serviço, em voleibol índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Ciências do Desporto

versão impressa ISSN 1645-0523

Rev. Port. Cien. Desp. v.6 n.3 Porto out. 2006

 

Comparação entre as abordagens ecológica e cognitivista para o treino da tomada de decisão no Ténis e no Rugby.

 

Pedro Passos

Rui Batalau

Pedro Gonçalves

Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, Portugal

 

RESUMO

Em qualquer modalidade desportiva a tomada de decisão é uma variável que condiciona a consistência de desempenhos de sucesso. Os dois estudos de carácter longitudinal aqui apresentados têm como objectivo determinar a existência de diferenças na evolução no desempenho das seguintes tarefas –; a placagem no Rugby e o primeiro serviço no Ténis – como resultado da adopção de metodologias sustentadas por diferentes abordagens para treino da tomada de decisão: i) a abordagem cognitivista, a qual assenta na procura de um modelo ideal de execução, e ii) a abordagem ecológica, baseada na manipulação dos constrangimentos visando que o atleta encontre o seu próprio padrão de execução. Com base nos resultados da análise de estabilidade e comparações intra e inter-grupo, podemos concluir que a abordagem baseada nos constrangimentos se apresenta como a metodologia mais eficaz para o treino da tomada de decisão. A nossa interpretação sugere que a procura de modelos ideiais de execução, resulta em prescrições de treino desajustadas às características dos jogadores, o que faz com que existam grandes oscilações nos seus desempenhos e que um treino baseado na manipulação dos constrangimentos permite ao atleta adaptar as suas características às exigências do envolvimento, numa exploração activa do melhor caminho para alcançar um objectivo.

Palavras-chave: tomada de decisão, rugby, ténis.

 

ABSTRACT

A comparison between ecological and cognitive approach to decision-making training in tennis and rugby

On every sport decision-making is variable that influence the stability of successful performances. This two studies aim to set the existence of differences on the evolution of performance of the following tasks – tackle in Rugby and the first serve on Tennis – as a result of the adoption of two methodologies sustained by different approaches to decision making training: i) a cognitive approach, which is sustain by ideal models of performance, and ii) an ecological approach, sustain by constraints manipulation. Based on the results of stability analysis and intra and inter-group comparison we can conclude that the constraints based approach was a better methodology to the training of decision making. Our discussion suggest that a decision making training based on a cognitive approach result on performance prescriptions that doesn’t fit on the players individual characteristics, resulting on wide performance fluctuations. On the other side the constraints based approach allows the athlete to adapt his individual characteristics to the environment demands, on active searching of the better path to achieve a goal.

Key-words: decision-making, rugby, tennis

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

Bibliografia

1. Davids K, Williams M, Button C, Court M. (1999). An Integrative Modeling Approach to the Study of Intentional Movement Behaviour, 144-168.        [ Links ]

2. Abernethy B, Kippers V, MacKinnon LT, Neal RJ, Hanrahan S (1997). The Biophysical Foundations of Human Movement. Human Kinetics.

3. Williams AM, Grant A (1999). Training perceptual skill in sport. International Journal of Sport Psychology ; 30:194-220.

4. Machado N, Araújo D, Godinho M (2005). A abordagem dinâmica na aprendizagem do ténis. In D. Araújo (Ed.) O contexto da decisão. Lisboa: Visão e contextos, 261-276.

5. Gibson JJ (1979). An Ecological Approach to Visual Perception. Boston, MA: Houghton-Mifflin.

6. Araújo D (2005). O Contexto da Decisão. A; acção táctica no desporto. Visão e Contextos.

7. Araújo D, Davids K, Rocha L, Serpa S, Fernandes O (2003). Decision making in sport as phase transitions. International Journal of Computer Science in Sport 2(2): 87-88.

8. Newell KM (1986), Constraints on the Development of Coordination. In M. Wade and H.T.A. Whiting (Eds.) Motor Development in Children: Aspects of Coordination and Control , Dordrecht: Martinus Nijhoff, 341-360.

9. Larder P (1999/2000) Defence – Principles and Practice. Rugby Football Union Technical Journal, Winter, p.15-30.

10. Schonborn R (2002). Los Aspectos más Importantes de la Técnica Moderna y cómo Desarrollarlos. ITF. Coaching & Sport Science Review , 3 – 5.

11. Passos Araújo, Davids Gouveia, Serpa (in press). Interpersonal Dynamics in Sport: The Role of Artificial Neural Networks and Three-dimensional Analysis. Behavior and Research Methods.

 

CORRESPONDÊNCIA

Pedro José Madaleno Passos

Rua Josefa Galbis Diniz, nº 153, 2º Dtº, Arneiro

2775-522 Carcavelos, Portugal

E-mail: p.passos@clix.pt