SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número1Adaptação da global meaning violation scale para refugiados de língua árabe índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Psicologia, Saúde & Doenças

versión impresa ISSN 1645-0086

Psic., Saúde & Doenças vol.21 no.1 Lisboa abr. 2020

http://dx.doi.org/10.15309/20psd210101 

EDITORIAL

Melhorar o bem-estar global através da Psicologia da Saúde

Número da Revista dedicado ao 13º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde

Henrique Pereira1, Samuel Monteiro1, & Graça Esgalhado1

1Departamento de Psicologia e Educação - Universidade da Beira Interior, Portugal, hpereira@ubi.pt


 

O presente número especial da Revista Psicologia, Saúde & Doenças visa a publicação dos melhores artigos desenvolvidos no contexto do 13º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde, que se realizou de 30 de Janeiro de 2020 a 1 de fevereiro de 2020, nas instalações da Faculdade de Ciências da Saúde, na cidade da Covilhã/Serra da Estrela, Portugal, organizado pela Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde e pelo Departamento de Psicologia e Educação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior.

O evento contou com cerca de 450 comunicações consideradas de elevada qualidade pela Comissão Científica, diretamente ligados à temática ”Melhorar o Bem-Estar Global através da Psicologia da Saúde”. Vivemos atualmente numa sociedade que enfrenta grandes desafios globais, aos quais a Psicologia da Saúde se posiciona na linha da frente para melhorar e manter a Qualidade de Vida, adequando respostas integradas e assentes da investigação aplicada, com o objetivo maior de influenciar positivamente as pessoas, os grupos e as sociedades, nos seus mais variados contextos.

A Saúde, quer física, quer mental, é um valor humano global que ativa a responsabilidade de todos os cidadãos, quer sejam agentes diretos ou indiretos de ação no campo da saúde, afetando positivamente as populações, as sociedades, os grupos, as famílias e as pessoas em geral. Neste sentido, deparamo-nos sistematicamente com transformações globais emergentes, que exigem constantes esforços de adaptação e cuja dimensão comportamental e/ou psicológica é fundamental, quer do ponto de vista preventivo, quer do ponto de vista curativo. Escolhemos o tema “Melhorar o Bem-Estar Global através da Psicologia da Saúde” porque acreditamos efetivamente que a Psicologia da Saúde tem um papel primordial nesta tarefa, através dos seus contributos; senão vejamos alguns destes desafios: as mudanças globais num mundo em constante transformação, quer sejam políticas, sociais, climáticas; a necessidade de se criarem medidas de saúde que sejam eficazes e que atinjam todas as pessoas sem exceção, independentemente do seu género, credo, raça, idade, orientação sexual, capacidade intelectual ou física, etc.; e o olhar atento a fenómenos emergente que, de um modo ou de outro, possam criar assimetrias, desequilíbrios ou fontes de sofrimento emocional.

O compromisso que nos agrega e nos junta na tarefa de tornar o nosso mundo, o nosso planeta, a nossa casa, um lugar mais justo, seguro e saudável, foi o que nos reuniu neste 13º Congresso impregnados da vontade de partilhar valores comuns na área da Psicologia em geral e da Psicologia da Saúde em particular. Imbuídos deste espírito, ficamos comprometidos/as a fortalecer alianças sólidas entre a construção do conhecimento científico e a sua aplicação às intervenções para que se tornem mais eficazes, compreensivas, integradas e responsáveis nos domínios da saúde; a implementar estratégias para a promoção e prevenção em Saúde Comportamental; e a reforçar os sistemas de informação para fazer chegar ao público que beneficie dos dados aqui partilhados um verdadeiro benefício destas contribuições.

Assim, é nosso desejo que este número especial, que compila os melhores textos submetidos e candidatos a prémios de investigador de mérito e investigador jovem, pretende ser uma fonte de partilha de informação que ajude todos os intervenientes na área da Psicologia da Saúde a promover uma melhor assistência às pessoas e às suas necessidades e desafios globais, quer sejam na área do envelhecimento, estilos de vida, doenças crónicas, ambientes saudáveis, redes sociais, inovação e ciberpsicologia, saúde ocupacional, sexualidade humana, stress e coping, avaliação e investigação, aspetos culturais, etc...

Nesta publicação, ocupam lugar de destaque os trabalhos relevantes que mais representam a vitalidade e a qualidade da investigação em Psicologia da Saúde que se faz em Portugal e não só (muitas contribuições do Brasil, por exemplo, também abrilhantaram a qualidade científica do evento), que constituem um exemplo plural, vasto e rico da construção do conhecimento científico nesta área.

Endereçamos um sincero agradecimento a todos os membros da Comissão Científica, da Comissão Organizadora, todos os Participantes, voluntários, assim como à Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde, da Universidade da Beira Interior, e restantes parceiros, cujo apoio tornaram possível o sucesso de mais uma edição do Congresso Nacional de Psicologia da Saúde.

É nossa opinião que os artigos que se seguem exemplificam a pluralidade e qualidade dos investigadores nacionais (e internacionais) na área da Psicologia da Saúde, e desejamos a todos/as os/as leitores uma ótima leitura das contribuições científicas que se seguem.

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons