SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIII número3Correlação entre ansiedade e anéis de tensãoDe um novo paradigma na gestão dos enfermeiros: a espiritualidade no local de trabalho índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Rev. Enf. Ref. serIII n.3 Coimbra mar. 2011

 

Cuidar em Enfermagem: como desenvolver a(s) competência(s)

 

Maria Teresa Pereira Serrano*; Arminda da Silva Mendes Carneiro da Costa** e Doutora Nilza Maria Vilhena Nunes da Costa***

* Professora coordenadora. Vice presidente do Instituto Politécnico de Santarém - Escola Superior de Saúde. Doutoramento em Didáctica - Universidade de Aveiro. (Dezembro de 2008).Mestre em Ciências de Enfermagem (1995). Licenciatura em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica [serranomariateresa@hotmail.com].

** Professora Coordenadora com Agregação da Escola Superior de Enfermagem do Porto (orientadora) [armindamcosta@gmail.com].

*** Professora Catedrática da Universidade de Aveiro (co-orientadora) [nilzacosta@ua.pt].

 

Resumo

A enfermagem relaciona competência, exercício profissional e contexto. A inovação tecnológica e as alterações na organização do trabalho fazem emergir as novas lógicas empresariais. Os enfermeiros são actores do processo de mudança e os contextos são um imperativo ao desenvolvimento de competências.

Considerando os processos de mudança pretendeu-se estudar o modo como os enfermeiros desenvolvem as competências do cuidar em enfermagem e quais as determinantes desse processo.

O estudo qualitativo e etnometodológico privilegiou a presença do investigador no contexto. Na colheita de dados utilizámos a observação participante, entrevistas etnográficas e semi-estruturadas a enfermeiros e outros informantes privilegiados, além de análise documental.

Conclusões: o desenvolvimento de competências resulta da articulação entre os actores (equipa de saúde), o contexto e os saberes através das díades. Estas desenvolvem-se nos sistemas micro e meso com influência do sistema exo e macro. Tem por base: estratégias promotoras de um processo reflexivo sobre a prática de enfermagem; a construção da experiência, um habitus de cuidar caracterizado pelo conhecimento colectivo e um processo de supervisão clínica.

Palavras-chave: enfermagem; competências; habitus; supervisão clínica.

 

Nursing care: how to develop the competence(ies)

Abstract

Nursing is related to competence, professional practice and context. Technological innovation and changes in work organization are leading to new business logic. Nurses are key players in the process of change and the contexts are important in skills development.

In terms of the processes of change, the intention was to investigate how nurses develop the skills of nursing care and what are the determinants of this process. The qualitative and ethnomethodological study focused on the presence of the researcher in the context. For data collection we used participant observation, semi-structured ethnographic interviews with nurses and other key informants and document analysis.

Conclusions: Competency development is the result of interactions between the actors (health team), the context and knowledge across dyads. They develop in micro-and meso-systems influenced by exo-and macro systems.

It is based on: strategies to promote a process of reflection on nursing practice, the construction of the experience, a habitus of care characterized by collective knowledge and a process of clinical supervision.

Keywords: inursing; competencies; habitus; nursing clinical supervision.

 

Atención en Enfermería: cómo desarrollar esa(s) competencia(s)

Resumen

La enfermería relaciona competencia, ejercicio profesional y contexto. La innovación tecnológica y las alteraciones en la organización del trabajo han hecho emerger nuevas lógicas empresariales. Los enfermeros son actores del proceso de cambio y los contextos son un imperativo en el desarrollo de competencias.

Considerando los procesos de cambio se pretendió estudiar el modo cómo los enfermeros desarrollan competencias de la atención en enfermería y cuáles son las determinantes de ese proceso.

El estudio cualitativo y etno-metodológico privilegió la presencia del investigador en el contexto. En la recolección de datos utilizamos la observación-participante, entrevistas etnográficas y semi-estructuradas a enfermeros y otros informantes privilegiados, además del análisis documental.

Conclusiones: el desarrollo de competencias resulta de la articulación entre los actores (equipo de salud), el contexto y los saberes adquiridos día tras día. Estas se desarrollan en los sistemas micro – e incluso – con influencia del sistema exo y macro. Tienen por base: estrategias promotoras de un proceso reflexivo sobre la práctica de enfermería; la construcción de la experiencia, un habitus de cuidar caracterizado por el conocimiento colectivo y un proceso de supervisión clínica.

Palabras clave: enfermería; competencias; habitus; supervisión clínica.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

Referências Bibliográficas

ABBOT, A. (1988) - The system of professions. Na essay on the division of expert labour. Chicago : University of Chicago Press.

ABREU, W. C. (2007) - Formação e aprendizagem em contexto clínico. Coimbra : Formasau.

ALARCÃO, I., org. (2000) - Escola reflexiva e supervisão. Uma escola em desenvolvimento e aprendizagem. Porto : Porto Editora.        [ Links ]

AMENDOEIRA, J. (2006) - Uma biografia partilhada da enfermagem. Coimbra : Formasau.

ANTONELLO, C. S. (2005) - A metamorfose da aprendizagem organizacional: uma revisão crítica. In RUAS, R. ; ANTONELLO, C. S. ; BOFF, L. H. - Aprendizagem organizacional e competências. Porto Alegre : Bookman.

BENNER, P. (2001) - De iniciado a perito. Coimbra : Quarteto.

BRONFENBRENNER, U. ; MORRIS, P. (1998) - The ecology of developmental process. In DAMON, W. ; LERNER, R. M., ed. lit. - Handbook of child psychology. New York : Wiley. Vol. 1: Theoretical Models of Human Development. p. 993-1028.

CARVALHO, T. (2006) - A nova gestão pública, as reformas no sector da saúde e os profissionais de enfermagem com funções de gestão em Portugal. Aveiro : Universidade de Aveiro. Tese de doutoramento.

COMMISSION OF THE EUROPEAN COMMUNITIES (2000) - A memorandum on lifelong learning. Brussels : CEC.

COSTA, M. A. (2002) - Formação, práticas e competências dos enfermeiros. Coimbra : Formasau.

COULON, A. (1995) - Etnometodologia. Petropoilis : Vozes.

DUBAR, C. (1997) - A socialização. Construção das identidades sociais e profissionais. Porto : Porto Editora.

FLICK, Uwe (2005) - Introducción a la investigación cualitativa. Madrid : Ediciones Morata.

GAUTHIER, B., org. (2003) - Investigação social. Da problemática à colheita de dados. Lisboa : Lusociência.

LINCOLN, Y. S. ; DENZIN, N. K. (1994) - The fifth moment. In DENZIN, N. ; LINCOLN, Y. S., ed. lit. - Handbook of qualitative research. London : Sage Publications.

MAGALHÃES, R. (2005) - Fundamentos da gestão do conhecimento organizacional. Lisboa : Edições Sílabo.

MATURANA, R.; VARELA, F. J. (1980) - Autopoiesi and cognition - the realization of the living. Dordrech : D. Reidel Publishing.

MORIN, E. (2000) - Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo : Cortez Editora ; Brasília : UNESCO.

ORDEM DOS ENFERMEIROS. Conselho de Enfermagem (2003) - Do caminho percorrido e das propostas. Lisboa : Ordem dos Enfermeiros.

PIRES, A. L. O. (2005) - Educação e formação ao longo da vida: análise critica dos sistemas e dispositivos de reconhecimento e validação de aprendizagem de competências. Lisboa : Fundação Calouste Gulbenkian : Ministério da Ciência e do Ensino Superior.

 

Recebido para publicação em: 22.09.10

Aceite para publicação em: 15.02.11

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons