SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.serIII número2A pessoa com Insuficiência Cardíaca. Factores que facilitam/dificultam a transição saúde/doençaConhecimento das mulheres sobre o autoexame de mamas na atenção básica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista de Enfermagem Referência

versão impressa ISSN 0874-0283

Rev. Enf. Ref. serIII n.2 Coimbra dez. 2010

 

A prática educativa em saúde nas consultas de enfermagem e nos encontros com grupos

 

Vera Maria Sabóia* e Geilsa Soraia Cavalcanti Valente**

* Doutora em Enfermagem pela EEAN/UFRJ, Professora Titular do Departamento de Fundamentos de Enfermagem e Administração da EEAAC/UFF. [verasaboia@uol.com.br]

** Doutora em Enfermagem pela EEAN/UFRJ, professora Adjunto do Departamento de Fundamentos de Enfermagem e Administração da EEAAC/UFF. [geilsavalente@yahoo.com.br]

 

Resumo

Síntese reflexiva sobre atividades educativas desenvolvidas com estudantes de Graduação em Enfermagem no Hospital Universitário Antônio Pedro, Universidade Federal Fluminense – UFF no Programa de Extensão “Educação em Saúde com Diabéticos”. Objetivos: descrever a prática de educação em saúde na consulta de Enfermagem e nos encontros com o grupo de diabéticos do HUAP-UFF e discutir a dinâmica do trabalho educativo-participativo, sob a ótica dos acadêmicos de Enfermagem. Método: Pesquisa-ação. Utilizou-se a observação dos estudantes em sala de aula, campo de estágio e encontros grupais, procurando captar as relações que estabelecem com a clientela, problemas que desafiam e a percepção que os mesmos têm da situação e das possibilidades de mudança. Utilizou-se outros procedimentos de coleta de dados como produtos pedagógicos, frutos de trabalhos de avaliação, dinâmicas desenvolvidas em classe e monografias elaboradas ao final do curso. Os cenários foram a Escola de Enfermagem e o Hospital Universitário. A análise dos dados foi realizada através de categorização temática. Resultados: Os conteúdos emergidos das análises favoreceram a construção e a discussão da categoria analítica denominada “um outro modo de fazer educação em saúde”. Conclusão: Evidenciou-se a importância da formação de enfermeiros, para atuarem como educadores, numa perspectiva crítica, progressista e transformadora.

Palavras-chave: enfermagem em saúde comunitária; educação em saúde; Diabetes Mellitus; prioridades em saúde.

 

Practice in health education in nursing in consultations and meetings with groups

Abstract

Reflective synthesis of educational activities with undergraduate students in nursing at the Antônio Pedro University Hospital, Universidade Federal Fluminense - UFF Program Extension Education in Health with Diabetes. Objectives: To describe the practice of health education in nursing consultations and meetings with a group of diabetic patients in the UFF and to discuss the dynamics of participatory educational work, from the viewpoint of nursing students. Method: Action Research. We observed students in the classroom, during field training and in group meetings, trying to capture the relationships they established with clients, and the problems that challenged their perceptions of the situation and the opportunities for change. We used various procedures for data collection, such as teaching products, results of evaluation work and dynamics developed in class and monographs prepared by the end of the course. The settings were the School of Nursing and University Hospital. Data analysis was performed using thematic categorization. Results: This content analysis led to construction and discussion of the analytical category named “Another way of doing health education.” Conclusion: We identified the importance of nursing education for acting as an educator with a critical, progressive and transformative perspective.

Keywords: community health nursing; health education; Diabetes Mellitus; health priorities.

 

La práctica educativa en salud en las consultas de enfermería y en las reuniones con los grupos

Resumen

Síntesis reflexionada sobre actividades educativas desarrolladas con estudiantes de licenciatura en enfermería en el Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP), Universidade Federal Fluminense (UFF) en el Programa de Extensión «Educación en Salud con Diabéticos». Objetivos: describir la práctica de educación en salud durante la consulta de Enfermería y en las reuniones con el grupo de diabéticos del HUAP-UFF y discutir la dinámica de la labor educativa-participativa, según la óptica de los académicos en enfermería. Método: Investigación-Acción. Se utilizó la observación de los estudiantes en el aula, en el campo de las prácticas y otros encuentros grupales, tratando de captar las relaciones que establecen con los clientes, los problemas que enfrentan y la percepción que estos tienen de la situación y de las posibilidades de cambio. Se utilizaron otros procedimientos para la recolección de datos como productos pedagógicos, frutos de trabajos de evaluación, dinámicas desarrolladas en clase y monografías elaboradas al final del curso. Los escenarios fueron la Escuela de Enfermería y el Hospital Universitario. El análisis de datos se realizó mediante la categorización temática. Resultados: Los contenidos emergidos de los análisis favorecieron la construcción y la discusión de la categoría analítica denominada “otra forma de impartir la educación en salud.” Conclusión: Se evidenció la importancia de la formación de enfermeros, para que estos actúen como educadores, desde una perspectiva crítica, progresista y transformadora.

Palabras clave: enfermería en salud comunitaria; educación en salud; Diabetes Mellitus; prioridades en salud.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

Referências Bibliográficas:

BARBIER, R. (1996) - A pesquisa-ação na instituição educativa. Rio de Janeiro : Zahar.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde (2004) - AprenderSUS: o SUS e os cursos de graduação da área de saúde [Em linha]. Brasília : MS. [Consult. 27 Ago. 2009]. Disponível em WWW:<URL:http://lappis.org.br/media/aprendersusfinal.doc>.

COIMBRA, L. S. (2004) - A sexualidade do cliente portador de diabetes mellitus e suas implicações na prática de enfermagem. Niterói : Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense. Trabalho de conclusão de curso (graduação em enfermagem).

COSTA, M. V. (2001) - Sujeitos e subjetividades nas tramas da linguagem e da cultura. In KUENZER, A. Z. [et al.] - Cultura, linguagem e subjetividade no ensinar e aprender. 2ª ed. Rio de Janeiro : DP&A. p. 29-46.

FRANCO, J. J. S. (2009) - Os tipos de ensino no Curso de Licenciatura em Enfermagem: a opinião dos estudantes do 4º ano. Referência. Série 2, nº 9, p. 35-39.         [ Links ]

LUDKE, M. ; ANDRÉ, M. (1986) - Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo : EPU.

MARTINS, J. C. A. (2009) - Satisfação dos doentes oncológicos com os cuidados recebidos durante o internamento: contributo para a validação e utilização da EORTC IN-PATSAT 32 na população portuguesa. Referência. Série 2, nº 9, p. 41-49.

RAMOS, L. G. A. (2004) - O caráter educativo da consulta de enfermagem como instrumento de prevenção e tratamento das complicações crônicas do diabetes mellitus. Niterói : Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense. Trabalho de conclusão de curso (graduação em enfermagem).

REIBNITZ, K. S. ; PRADO, M. L. (2003) - Formação do profissional crítico-criativo: a investigação como atitude de (re)conhecimento do mundo. Texto e Contexto Enfermagem. Vol. 12, nº 1, p. 26-33.

RODRIGUES, M. A. ; PEREIRA, A. M. ; FERREIRA, C. S. (2006) - Da aprendizagem construída ao desenvolvimento pessoal e profissional. 1ª ed. Coimbra : Formasau.

SABÓIA, V. M. (1997) - A mão dupla do poder: a enfermeira e os idosos no grupo dos diabéticos do HUAP-UFF. Niterói : EDUFF.

SABOIA, V. M. (2003) - Educação em saúde: a arte de talhar pedras. Niterói : Intertexto.

SAMPAIO, R. M. W. F. (1989) - Freinet: evolução histórica e atualidades. São Paulo : Scipione.

SILVA, B. M. S. (2002) - A prática educativa em saúde da enfermeira com clientes diabéticos: uma perspectiva para a aceitação do diabetes mellitus. Niterói : Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense. Trabalho de conclusão de curso (graduação em enfermagem).

SILVA, D. G. V. [et al.] (2003) - Grupos como possibilidade para desenvolver educação em saúde. Texto e Contexto Enfermagem. Vol. 12, nº 1, p. 97-103.

TEIXEIRA, E. R. ; FIGUEIREDO, N. M. A. (2001) - O desejo e a necessidade no cuidado com o corpo: uma perspectiva estética na prática de enfermagem. Niterói : EDUFF.

VALLA, V. V. ; STOTZ, E. N. (1994) - Educação, saúde e cidadania. Petrópolis : Vozes.

WENDHAUSEN, A. ; SAUPE, R. (2003) - Concepções de educação em saúde e a estratégia de saúde da família. Texto e Contexto Enfermagem. Vol. 12, nº 1, p. 17-25.

ZAMANILLO, T. (2008) - Trabajo social com grupos y pedagogia ciudadana. Madrid : Editorial Síntesis.

ZIMERMAN, D. E. ; OSÓRIO, L. C. (1997) - Como trabalhamos com grupos. Porto Alegre : Artmed

 

Recebido para publicação em: 30.03.10

Aceite para publicação em: 20.10.10

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons