SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número3Tempo de reflexãoAcuidade da elastografia hepática transitória (Fibroscan©) para avaliação da fibrose hepática: Fatores de erro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Jornal Português de Gastrenterologia

versão impressa ISSN 0872-8178

J Port Gastrenterol. vol.21 no.3 Lisboa jun. 2014

http://dx.doi.org/10.1016/j.jpg.2014.05.003 

EDITORIAL

 

GE - O nosso jornal!

GE - our journal!

 

Pedro Pimentel Nunes

Editor-Chefe do GE - Portuguese Journal of Gastroenterology

Correio eletrónico: pedronunesml@msn.com

 

Caros colegas

É com enorme prazer que vos cumprimento como novo editor-chefe do jornal português de Gastrenterologia - GE. Não foi uma decisão fácil, mas depois de ouvir a minha família e os meus amigos mais chegados, principalmente os meus amigos gastrenterologistas, resolvi aceitar este exigente, mas entusiasmante desafio.

Exigente porque os objetivos que me foram propostos são ambiciosos e vão exigir muito trabalho, mas se de outra forma fosse provavelmente não teria aceite este convite. Entusiasmante, porque o objetivo final, na continuação do trabalho realizado pelos anteriores editores, é aumentar a qualidade da revista que representa a gastrenterologia portuguesa e, nesse sentido, que nos representa a todos nós. Para esse fim conto com a preciosa ajuda e apoio do diretor da revista, Dr. Leopoldo Matos, e com uma excecional equipa editorial constituída pelo editor associado Prof. Doutor Mário Dinis Ribeiro (Porto), pelos editores adjuntos Dr. Miguel Bispo (Lisboa), Dr. Nuno Almeida (Coimbra) e Prof. Doutora Helena Pessegueiro (Porto) e, ainda, com a Dra. Helena Donato (Coimbra) como assessora da equipa editorial.

Algumas modificações vão ser efetuadas na estrutura da revista e também nas normas de publicação para os autores. A alteração que eu penso ser a mais significativa é a publicação de artigos sempre em inglês (versão em português opcional) já a partir de 2015. Vamos também dar um maior relevo a artigos de revisão e, nesse sentido, esperamos contar com a ajuda de gastrenterologistas portugueses de renome a quem vamos pedir revisões e recomendações sobre temas pertinentes na área da gastrenterologia.

Outro aspeto que vamos tentar otimizar é uma rápida revisão e publicação de artigos, tentando que o processo desde a submissão até a uma eventual publicação não seja superior a 3-6 meses. Obviamente esse trabalho vai implicar também um esforço adicional aos revisores. Dessa forma, de maneira também a recompensar esse esforço, decidimos criar o prémio de revisor do ano para premiar o revisor mais eficiente na revisão crítica dos artigos.

Contudo, como é óbvio, o mais importante de uma revista são os artigos e, nesse sentido, peço-vos a todos que contribuam para aumentar o número de submissões de artigos de qualidade na revista. Relembro que apesar de ainda não estar indexado à Medline, o GE encontra-se já indexado a importantes bases de dados como a Scielo e a Scopus. Mais uma vez vamos premiar o serviço de gastrenterologia que mais contribua para o jornal com o prémio serviço GE do ano.

Num sentido de uma melhor revista de gastrenterologia em Portugal e, consequentemente, num sentido de uma melhor prática médica e científica na área da gastrenterologia portuguesa, vamos todos ajudar um pouco mais.

Contamos com todos!

Obrigado.