SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 suppl.2Intoxicações voluntárias na adolescência: casuística de 10 anosRomboencefalite: relato de um caso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Nascer e Crescer

versão impressa ISSN 0872-0754

Nascer e Crescer vol.24  supl.2 Porto dez. 2015

 

RESUMO DAS COMUNICAÇÕES ORAIS / ORAL PRESENTATIONS - ABSTRACTS

 

CO_02

Doença de addison: a dificuldade do diagnóstico

 

 

Clara Preto1, Sara Leite2, Fábio Barroso2, Joana Correia1, Marina Pinheiro1, Alexandre Fernandes1, Helena Cardoso1, Teresa Borges1, Ana Ramos2

1 Unidade de Endocrinologia, Serviço de Pediatria, Centro Materno Infantil do Norte - Centro Hospitalar do Porto
2 Serviço de Pediatria, Centro Materno Infantil do Norte - Centro Hospitalar do Porto
3 Serviço de Endocrinologia e Metabolismo, Centro Hospitalar do Porto

 

 

Introdução: A Insuficiência suprarrenal (ISR) é uma doença potencialmente fatal que se pode classificar em primária, secundária ou terciária. A ISR primária ou doença de Addison é uma patologia rara em idade pediátrica. A sua apresentação clínica e particularidades das diferentes etiologias tornam-na de difícil diagnóstico.

Descrição do caso: Adolescente de 15 anos, sexo masculino, internado por dor abdominal, náuseas, anorexia e hiponatrémia associada a hipoclorémia com normocaliémia. Apresentava quadro de astenia e sintomas gastrointestinais com quatro meses de evolução e perda ponderal de cerca de 10Kg durante o mês que antecedeu o internamento. O estudo inicial evidenciou hiponatrémia (126 mEq/L) e hipoclorémia (92 mEq/L), com potássio normal (4.1 mEq/L), hemograma e função renal sem alterações, normoglicémia e PCR de 5,7mg/L. A investigação efectuada revelou níveis normais de ADH (1.9pmol/L) e de cortisol (7.7ug/dL), com elevação da ACTH (1489 pg/mL), renina (644,3 pg/mL) e diminuição da aldosterona (17pg/mL). Levantou-se a suspeição de ISR primária, confirmada posteriormente por prova de estimulação com ACTH. Os exames auxiliares de diagnóstico realizados posteriormente permitiram concluir tratar-se de uma ISR primária de etiologia autoimune. Iniciou terapêutica com hidrocortisona e fludrocortisona, com resposta favorável.

Discussão: A doença de Addison é uma patologia rara em idade pediátrica e o seu diagnóstico requer um elevado grau de suspeição, dada a inespecificidade da sintomatologia inicial. Os autores pretendem alertar para a suspeição necessária perante uma clínica de hiponatrémia associada a sintomas constitucionais e gastrointestinais.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons