SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 suppl.3Síndrome Teebi-Shaltout: um caso raroHemoculturas positivas num Serviço de Pediatria: 2003-2012 (10 anos) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Nascer e Crescer

versão impressa ISSN 0872-0754

Nascer e Crescer vol.23  supl.3 Porto nov. 2014

 

POSTERS

 

PM-33

Infeção invasiva por Streptococcus intermedius: quando um agente comensal pode ser patogénico

 

 

Catarina Matos de FigueiredoI; Susana PintoI; Anabela BandeiraI; Ana RamosI; Fernando GuedesII; Lurdes MoraisI

IServiço de Pediatria, Departamento da Criança e Adolescente, Centro Hospitalar do Porto
IIServiço de Pneumologia, Centro Hospitalar do Porto

 

 

Introdução: O Streptococcus intermedius, bactéria gram positiva, anaeróbia facultativa, é um comensal da cavidade oral e trato gastrointestinal. É co-agente de infeções polimicrobianas e supurativas, desde infeções minor a invasivas por aspiração ou bacteriemia com abcessos metastáticos de atingimento pulmonar, cerebral, hepático, renal e de tecidos moles.

Caso clínico: sexo masculino, 2 anos; pais consanguíneos; irmã falecida com quadro neurológico sem diagnóstico etiológico. Atraso do desenvolvimento psicomotor grave, síndrome tetrapiramidal de etiologia desconhecida, dificuldades alimentares com engasgamentos ocasionais e episódios de infeções respiratórias; com vacinação antipneumocócica 13 valente. Transferido do hospital da área de residência após internamento de 17 dias por pneumonia complicada, refractária a múltiplos ciclos de antibioterapia. À admissão apresentava febre, taquipneia, tiragem, macicez e auscultação pulmonar com murmúrio vesicular diminuído à direita. Ecografia torácica identificou derrame pleural de médio volume; realizada toracocentese com drenagem de líquido purulento com cheiro fétido, colocado dreno torácico e instilado fibrinolítico. No líquido pleural foram identificados S. intermedius e S. pneumoniae. Completou 28 dias de clindamicina e 7 dias de ciprofloxacina, com evolução favorável.

Discussão: Este caso descreve uma situação incomum de patogenicidade de um agente habitualmente comensal, demonstrando as suas particularidades, como a tendência para infeções supurativas, polimicrobianas e potencialmente invasivas. Nestes quadros clínicos, o isolamento de S. intermedius deve ser valorizado, implicando terapêutica específica. No doente descrito, com doença neurológica e ausência de outras fontes de infeção, como cáries ou abcessos, a etiologia aspirativa parece ser a mais provável.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons