SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 suppl.3Quisto biliar em lactente: uma entidade raraOxigenoterapia hiperbárica em adolescente com hipoacusia súbita neurossensorial índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Nascer e Crescer

versão impressa ISSN 0872-0754

Nascer e Crescer vol.23  supl.3 Porto nov. 2014

 

POSTERS

 

PM-11

Hérnia interna – um caso raro de divertículo de Meckel

 

 

Catarina SousaI; Ana CoelhoI; José Banquart LeitãoI; Fátima CarvalhoI

IServiço de Cirurgia Pediátrica, Centro Hospitalar do Porto

 

 

Introdução: O divertículo de Meckel é a anomalia congénita mais frequente do trato gastrintestinal, ocorrendo em cerca de 2% da população. Geralmente é assintomático, sendo achado ocasional durante a realização de laparotomias ou autópsias. Hemorragia digestiva, invaginação intestinal, obstrução intestinal por vólvulo ou hérnia interna, perfuração ou diverticulite são as formas de apresentação clínica.

A oclusão intestinal pode ocorrer em virtude de uma hérnia ou vólvulo intestinal em torno de um cordão fibroso, que se estende do divertículo à parede abdominal, ao meso ou a um segmento intestinal, provocando um quadro obstrutivo grave, com necrose e até mesmo perfuração.

Caso clínico: Doente de 12 anos, sexo masculino, admitido no Servi ço de Urgência por dor abdominal epig ástrica intensa de aparecimento súbito com cerca de oito horas de evolu ção, com dois episódios de vómito. Sem alterações do trânsito intestinal, sem febre ou outras queixas.

Ao exame objectivo, apresentava apenas dor moderada à palpação abdominal difusa com abdómen mole e depressível, sem massas ou organomegalias palpáveis, sem sinais de irritação peritoneal. Realizou tomografia axial computorizada que mostrou provável hérnia interna na região peri-umbilical/ quadrantes internos, marcado espessamento e hipocaptação parietal das ansas de delgado envolvidas, sugestiva de sofrimento e isquemia. Analiticamente sem alterações relevantes. A abordagem cirúrgica identificou hérnia interna sob um divertículo de Meckel com banda mesodiverticular e ansa intestinal adjactente com isquemia. Houve necessidade de ressecção de segmento intestinal de 40 cm de ileo contendo o divertículo de Meckel.

O exame anatomo-patológico confirmou tratar-se de isquemia do ileo e divertículo de Meckel com 6,5 cm de comprimento.

Discussão: O divertículo de Meckel como causa de hérnia interna com oclusão intestinal é um evento raro, que se apresenta com clínica inespecífica, sendo difícil e infrequente o diagn óstico pr é-operatório. O caso descrito, em que sobressaía apenas uma dor epigástrica intensa com vómitos sem aparente sinais de oclusão, não levou a uma hipótese de diagnóstico inicial de h érnia interna.

O divertículo de Meckel não é uma causa frequente de quadros abdominais agudos e quando se manifesta pode ter múltiplas formas de apresentação. Esta possível atipia do quadro clínico pode levar a atrasos no diagnóstico e intervenção terapêutica. Deve por isso ser colocada a hipótese de divertículo de Meckel nos quadros abdominais agudos.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons