SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Memória de trabalho e inferência silogística: Estudo exploratório de novas medidasA eficácia organizacional das Câmaras Municipais tal como percepcionada pelos respectivos presidentes e dirigentes dos serviços índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.24 n.2 Lisboa abr. 2006

 

Preocupações parentais dos pais de crianças nascidas por fertilização in vitro (*)

 

 

ANA MAFALDA SERRA (**)

SUSANA ALGARVIO (**)

 

 

RESUMO

O objectivo deste trabalho foi avaliar as preocupações parentais de pais de crianças nascidas por fertilização in vitro, através de uma Escala de Preocupações Parentais (Algarvio & Leal, 2002; Algarvio & Leal, 2004). Os participantes, seleccionados na consulta de infertilidade da Maternidade Dr. Alfredo da Costa, constituíram uma amostra de conveniência de 19 pais de crianças nascidas por fertilização in vitro, com idades compreendidas entre 1 ano e 11 anos, em que 12 eram do sexo feminino e 7 do sexo masculino. Os resultados obtidos parecem indicar que as maiores preocupações deste grupo de pais se centram na sub-escala I. Problemas Familiares e Preocupações Escolares. Foram encontradas diferenças significativas para quem respondeu ao questionário, nível socio-económico, número de tentativas de gravidez, causa de infertilidade e tempo de espera da FIV.

Palavra-chave: Preocupações parentais, parentalidade, fertilização in vitro, crianças nascidas por fertilização in vitro.

 

 

ABSTRACT

In order to study parental concerns in a group of parents with children conceived by in vitro fertilization we used a Parental Concerns Scale (Algarvio & Leal, 2002; Algarvio & Leal, 2004). The participants, selected from Infertility Consultation in Maternidade Dr. Alfredo da Costa, in Lisbon, were 19 parents with IVF children, with a range of age between 1 and 11 years old, 12 female and 7 male. The results pointed to a major concern in sub-scale I. Family and School Problems. We found significant statistical differences for: the person answering the questionnaire, social-economic level, pregnancy attempts, infertility cause and expecting time of IVF.

Key words: Parental concerns, parenthood, in vitro fertilization, children conceived by in vitro fertilization.

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS

Algarvio, S., & Leal, I. (2004). Preocupações Parentais: Validação de um Instrumento de Avaliação. Psicologia, Saúde & Doenças, 5 (2), 145-158.         [ Links ]

Algarvio, S., & Leal, I. (2004). Preocupações Parentais: A necessidade de intervenção precoce no desenvolvimento normal e patológico. In I. Leal, & J. Ribeiro (Eds.), Actas do 5.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde – A Psicologia da Saúde num mundo em mudança (pp. 265-270). Lisboa: ISPA.

Algarvio, S., & Leal, I. (2002). Parental concerns: Construction of an instrument of evaluation. In I. Leal, T. Botelho, & J. Pais-Ribeiro (Eds.), Proceedings of the 16th Conference of the European Helth Psychology – Society Health through the life cycle: A life span perspective (pp. 165-172). Lisboa: ISPA.

Algarvio de Castro, S. (2000). Preocupações Parentais: Proposta de uma Escala de Avaliação. Dissertação de Mestrado, em Psicologia da Saúde. Lisboa: Instituto Superior de Psicologia Aplicada.

Cramer, B. (1989). Profissão: bebé. Lisboa: Terramar.

Faria, C. (1990). Infertilidade: Desejo ou Maldição. Análise Psicológica, 8 (4), 419-423.

Greenfeld, D. A., Diamond, M. P., & Decherney, A. H. (1996). Attitudes of IVF parents regarding the IVF experience and their children. Journal of Assisted Reproduction and Genetics, 13, 266-274.

Hahn, C., & Di Pietro, J. (2001). In vitro fertilization and the family: Quality of parenting, family functioning and child psychosocial adjustment. Developmental Psychology, 37 (1), 37-48.

Mahlstedt, T. P., Macduff, S., & Bernstein, J. (1987). Emotional factors and the in vitro fertilization and embrio transfer. Journal of Clinical Child Psychology, 4 (4), 232-236.

Mahlstedt, T. P. (1994). Psychological issues of infertility and assisted reproductive technology. Urologic Clinics of North America, 21 (3), 234-256.

Sousa, L., Faria, C., Lory, F., & Baptista, A. (2000). Estudo comparativo do desenvolvimento infantil, práticas parentais educativas e ajustamento emocional materno em crianças nascidas de gravidez natural e por fertilização in vitro. In J. P. Ribeiro, I. Leal, & M. R. Dias (Eds.), Actas do 3.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde (pp. 459-471). Lisboa: ISPA.

Shiff, R. L., Vakil. E., Dimitrovsky, M. A., Shahar, N., & Har-Even, D. (1998). Medical, cognitive, emotional, and behavioral outcomes in school-age children conceived by in-vitro fertilization. Journal of Clinical Child Psychology, 27 (3), 320-329.

Weaver, S. M., Clifford, E., Gordon, A. G., Hay, D. M., & Robinson, J. (1993). A follow-up study of “successful” IVF/GIFT couples: social-emotional wellbeing and adjustment to parenthood. Journal of Psychosomatic Obstetrics and Gynaecology, 14, 5-16.

 

 

(*) Nota da Redacção: Devido a um lamentável lapso, acerca do qual muito nos penitenciamos, o nome da co-autora deste artigo (Susana Algarvio), foi erradamente grafado no número 3 da anterior série desta Revista (n.º 3, série XXIII, 2005, pp. 283-288), por troca do seu respectivo nome. Assim, e repondo a total verdade, repetimos no presente número de Análise Psicológica a publicação integral do mesmo artigo, com a correspondente alteração do nome, pedindo as devidas desculpas quer à autora atingida pelo erro quer a todos os leitores da nossa Revista.

(**) Instituto Superior de Psicologia Aplicada, Lisboa.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons