SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1Adaptação à Universidade em estudantes do primeiro ano: Estudo diacrónico da interacção entre o relacionamento com pares, o bem-estar pessoal e o equilíbrio emocionalSucesso e desenvolvimento psicológico no Ensino Superior: Estratégias de intervenção índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.24 n.1 Lisboa jan. 2006

 

Aconselhamento psicológico a jovens do Ensino Superior: Uma abordagem psicodinâmica e desenvolvimentista

 

GRAÇA FIGUEIREDO DIAS (*)

 

 

RESUMO

Neste artigo propomo-nos explanar um modelo teórico do desenvolvimento psicológico, que consideramos permitir compreender a maioria das dificuldades que os jovens do Ensino Superior trazem para o aconselhamento, e um modelo de intervenção no aconselhamento individual dele resultante. O modelo teórico surgiu ele próprio de um vaivém dialéctico entre a prática clínica e a reflexão sobre essa prática, à luz dos modelos do desenvolvimento de vários autores psicodinâmicos. Reflexão que nos permitiu encontrar comunalidades e complementaridades entre esses modelos, apesar da utilização de terminologias diferentes pelos seus autores. O modelo teórico elaborado serviu de quadro de leitura a uma investigação empírica que permitiu consubstanciar a sua pertinência. A partir deste modelo propõe-se um modelo de intervenção que se inscreve num quadro de terapia breve psicodinâmica, o qual será explanado resumidamente e ilustrado com um caso clínico. São discutidas as vantagens e os limites deste modelo de intervenção.

Palavras-chave: Aconselhamento psicológico, desenvolvimento, Ensino Superior.

 

 

ABSTRACT

The aim of this paper is to propose both a theoretical model of the psychological development, which we believe allows to understand the majority of the difficulties young people in higher education bring to counselling, and an intervention model in individual counselling arising from it. The theoretical model has come out from a dialectic reciprocal movement between clinical practice and reflection about that practice, in the light of several psychodynamic authors' developmental models. This reflection has allowed us to find commonalities and complementarities between those models, in spite of the use of different terminologies. The proposed theoretical model has been used as a template for empirical research, whose results allowed us to consolidate its suitability. From this model an intervention strategy, inscribed in brief psychodynamic therapies, is put forward. The intervention model will be illustrated with a clinical case, and its advantages and limitations discussed.

Key words: Psychological counselling, development, higher education.

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS

Blos, P. (1979). The adolescent passage: Developmental issues. New York: International Universities Press.         [ Links ]

Bowlby, J. (1984). Apego e perda: Vol. I. Apego: A natureza do vínculo. S. Paulo: Martins e Fontes. (Original publicado em 1969.)

Bowlby, J. (1988). Developmental psychiatry comes of age. The American Journal of Psychiatry, 145, 1-10.

Caldeira, C. (1979). Análise sociopsiquiátrica de uma comunidade terapêutica. Dissertação de Doutoramento, Faculdade de Medicina da Universidade Clássica de Lisboa.

Dias, G. F. (1987). Psicoterapia antropoanalítica. Psicologia, 3, 381-390.

Dias, G. F. (1988). Psicoterapia breve a estudantes universitários. Psicologia, 1, 29-44.

Dias, G. F., & Fontaine, A. M. (2001). Tarefas desenvolvimentais e bem-estar de jovens universitários. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Elson, M. (Ed.) (1987). The Kohut seminars on self psychology and psychotherapy with adolescents and young adults. New York: W. W. Norton & Company.

Erikson, E. H. (1972). Adolescence et crise. Paris: Flammarion. (Original publicado em 1968.)

Erikson, E. H. (1980). Identity and the life cycle. New York: W. W. Norton & Company. (Original publicado em 1959.)

Harter, S. (1983). Developmental perspectives on the self-system. In P. H. Mussen (Ed.), Handbook of child psychology (4th ed., Vol. IV, pp. 275-385). New York: John Wiley & Sons.

Heyno, A. E. (1999). Cycles in the mind: Clinical technique and the educational cycle. In J. Lees, & A. Vaspe (Eds.), Clinical counselling in further and higher education. London: Routledge.

Kohut, H. (1984). Self e narcisismo. Rio de Janeiro: Zahar. (Original publicado em 1978.)

Piaget, J., & Inhelder, B. (1979). A psicologia da criança do nascimento à adolescência. Lisboa: Moraes. (Original publicado em 1966.)

Rogers, C. (1972). Tornar-se pessoa. Lisboa: Moraes. (Original publicado em 1961.)

Rogers, C. (1974). Terapia centrada no paciente. Lisboa: Moraes. (Original publicado em 1951.)

Selman, R. L. (1980). The growth of interpersonal understanding: Developmental and clinical analysis. New York: Academic Press.

Sullivan, H. S. (1953). The interpersonal theory of psychiatry. New York: Norton.

 

 

(*) Investigadora Principal, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa.

Toda a correspondência relativa a este artigo deverá ser enviada para mgd@fct.unl.pt

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons