SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número4Importância da entreajuda no apoio a pais em lutoDiscursos sobre o Rorschach: Construções na intersubjectividade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.23 n.4 Lisboa out. 2005

 

Estela, a psicose, um caminho entre pedras

 

 

SÉRGIO DE GOUVÊA FRANCO (*)

 

 

RESUMO

O trabalho entremeia o relato de um atendimento de uma paciente limítrofe com uma discussão sobre a natureza da psicose e a transformação que causa na técnica psicanalítica. Especial atenção é dada à contribuição winnicotiana ao atendimento de pacientes como este.

Palavras-chave: Pacientes limítrofes, psicose, técnica psicanalítica, Winnicott.

 

 

ABSTRACT

The article intersperses a report of a treatment of borderline patient with a discussion of the nature of psychosis and the transformation it causes in the psychoanalytical technique. A special attention it is given to the Winnicott contribution to the treatment of patients like this.

Key words: Borderline patients, psychosis, psychoanalytical technique, Winnicott.

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

BIBLIOGRAFIA

Abram, J. (2000). A Linguagem de Winnicott – Dicionário de Palavras e Expressões Utilizadas por Donald W. Winnicott. Rio de Janeiro: Revinter.

Ab´Saber, T. A. M. (1996). Um jogo de Winnicott. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 18-26.

Anzieu, D. (1989). O Eu-pele. São Paulo: Casa do Psicólogo.         [ Links ]

Berlinck, M. T. et al. (2001). Esquizofrenia e miscigenação. Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, 4 (4), 7-16.         [ Links ]

Belinck, M. T. (2000). Psicopatologia Fundamental. São Paulo: Escuta.         [ Links ]

Caon, J. L. (2000). Retrato, auto-retrato e construção metapsicológica de Serguéi Constantinovitch Pankejeff, o “Homem dos Lobos”. Pulsional – Revista de Psicanálise, 13-14 (140-141), 22-44.

Cartocci, L., & Franco, M. de M. (1996). Winnicott: contribuições de uma clínica para a atualidade. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 7-10.

D’Agord, M. (2000). Sobre a coletânea Le cas en controverse. Pulsional – Revista de Psicanálise, 13-14 (140-141), 7-11.

D’Agord, M. (2001). Uma construção de caso na aprendizagem. Pulsional – Revista de Psicanálise, 13-14 (140-141), 12-21.

Delouya, D. (1996). A pulsão “destrutividade” e o ”pai” do self. O Acesso ao real em Winnicott. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 27-34.

Franchtengarten, J. (1996). A exploração das dificuldades. Uma proposta de leitura de Winnicott. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 49-55.

Freud, S. (1911). Notas Psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranóia. Rio de Janeiro: Imago, 1996.         [ Links ]

Freud, S. (1914). Sobre o Narcisismo: Uma Introdução. Rio de Janeiro: Imago, 1996.         [ Links ]

Freud, S. (1924). Neurose e Psicose. Rio de Janeiro: Imago, 1996.         [ Links ]

Freud, S. (1924). A Perda da Realidade na Neurose e na Psicose. Rio de Janeiro: Imago, 1996.         [ Links ]

Freud, S. (1937). Construções em Análise. Rio de Janeiro: Imago, 1996.         [ Links ]

Galo, A. G. (2003). Acerca de la Transferencia en Pacientes Gravemente Perturbados. Desde la Perspectiva de Donald Winnicott. Site Winnicott.net, 2001. Uruguai. Acesso, novembro de 2003.        [ Links ]

Gonçalves, C. S. (1996). Ódio e medo na Contratransferência. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 35-40.

Greif, L. M. V. (2003). D. W. Winnicott´s Clinicalt. Site Winnicott.net, 2001. Argentina. Acesso, novembro de 2003.         [ Links ]

Gurfinkel, D. (1996). O carretel e o cordão. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 56-68.

Hoppe, M. W. (2001). Do modelo narrativo à escritura do fato clínico: o drama do paciente e o caso do analista. Pulsional – Revista de Psicanálise, 13-14 (140-141), 56-62.

Laing, R. D. (1969). Self and Others. New York: Pantheon.         [ Links ]

Laing, R. D. (1971). The Politics of the Family. London: Tavistock.         [ Links ]

Laing, R. D. (1979). The Divided Self: An Existential Study in Sanity and Madness. London: Penguin.         [ Links ]

Leite, E. B. P. (1996). Ressonâncias do objeto. O brincar e o espaço analítico: Fedida, Winnicott e o fortda. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 91-100.

Leite, S. (2003). O desejo de Freud e a questão da psicose no campo psicanalítico. Pulsional – Revista de Psicanálise, 16 (175), 33-47.

Loparic, Z. (1996). Winnicott: uma psicanálise não-edipiana. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 41-47.

Moura, A., & Nikos, I. (2001). Estudo de caso, construção do caso e ensaio metapsicológico: da clínica psicanalítica à pesquisa psicanalítica. Pulsional – Revista de Psicanálise, 13-14 (140-141), 69-76.

Mutchinick, D. (2003). Winnicot: Una clinica que leva su nombre. Site Winnicott.net, 2001. Argentina. Acesso, novembro de 2003.         [ Links ]

Outeiral, J., & Moura, L. (2002). Paixão e Criatividade. Estudos Psicanalíticos sobre Frida Khalo, Camille Claudel, Coco Chanel. Rio de Janeiro: Revinter.         [ Links ]

Rodrigues da Silva Jr., M. (1996). O Manejo da Regressão na Situação Analítica – Apontamentos sobre a perspectiva winnicottiana. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 15-17.

Romano, V. (2003). Algunas Notas Acerca de la teoria de Winnicott. Site Winnicott.net, 2001. Argentina. Acesso, novembro de 2003.         [ Links ]

Rosa, S. S. (1996). A dissociação do self e suas implicações na educação. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 75-83.

Safra, G. (1996). A vassoura e o divã. Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 69-74.

Souza, M. L. R. (1996). Considerações... Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 11-14.

Taylor, W. C. (1978). Dicionário do Grego, Vocabulário Grego-Português. Rio de Janeiro: Juerp.         [ Links ]

Vilete, E. P. (1996). Amor e ódio na obra de Winnicott (Cria Cuervos). Percurso – Revista de Psicanálise, 9 (17), 85-90.

Winnicott, D. W. (1975). O Brincar & a Realidade. Rio de Janeiro: Imago.         [ Links ]

Winnicott, D. W. (1982). A Criança e o seu Mundo. Rio de Janeiro: LTC Editora.         [ Links ]

Winnicott, D. W. (1983). O Ambiente e os Processos de Maturação. Estudos sobre a Teoria do Desenvolvimento Emocional. Porto Alegre: Artmed.         [ Links ]

Winnicott, D. W. (1990). Natureza Humana. Rio de Janeiro: Imago.         [ Links ]

Winnicott, D. W. (1996). Os Bebês e suas Mães. São Paulo: Martins Fontes.         [ Links ]

Winnicott, D. W. (1999). Tudo Começa em Casa. São Paulo: Martins Fontes.         [ Links ]

Winnicott, D. W. (2000). A Defesa Maníaca (1935). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Desenvolvimento Emocional Primitivo (1945). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Pediatria e Psiquiatria (1948). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Memórias do Nascimento, Trauma do Nascimento e Ansiedade (1949). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). O Ódio na Contratransferência (1947). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). A Agressividade em Relação ao Desenvolvimento Emocional (1950). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Psicoses e Cuidados Maternos (1952). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Objetos Transicionais e Fenômenos Transicionais (1951). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). A Mente e sua Relação com o Psicossoma (1949). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Retraimento e Regressão (1954). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). A Posição Depressiva no Desenvolvimento Emocional Normal (1954). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Aspectos Clínicos e Metapsicológico da Regressão no Contexto Psicanalítico (1954). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Formas Clínicas da Transferência (1955). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). A Preocupação Materna Primária (1956). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). A Tendência Anti-Social (1956). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

Winnicott, D. W. (2000). Pediatria e Neurose Infantil (1956). In Da pediatria à Psicanálise – Obras Escolhidas. Rio de Janeiro: Imago.

 

 

(*) Psicanalista. Universidade Paulista.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons