SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número3Psicologia da Saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.22 n.3 Lisboa set. 2004

 

Nota de Abertura

 

A investigação em psicologia da saúde é hoje uma área científica bem consolidada em Portugal, como ficou recentemente demonstrado no 5.º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde - A psicologia da saúde num mundo em mudança e na V Conferência Psicologia nos Cuidados de Saúde Primários - Psicologia, promoção da saúde e prevenção, duas reuniões científicas nacionais amplamente participadas, que se realizaram em 2004. Acompanhamos assim o forte movimento de desenvolvimento da psicologia da saúde que se regista na Europa.

A publicação deste número temático ocorre dois anos após o início de grandes mudanças no sector da saúde em Portugal, nomeadamente uma reforma que está em curso e que tem sido insuficientemente debatida, em especial nas influências que poderá vir a ter no bem-estar e qualidade de vida dos cidadãos utentes dos serviços de saúde. Não é este o local próprio para esse debate, mas é desejável que a investigação realizada no âmbito de uma importante ciência da saúde como é a psicologia da saúde tenha em conta o contexto organizacional, social e político onde se insere.

Desde há mais de uma década que a revista Análise Psicológica tem publicado com regularidade números temáticos directamente relacionados com a investigação psicológica na saúde e na doença, designadamente sobre Psicologia da Gravidez e da Maternidade (1990), Psicologia e Saúde (1992), Psicologia, Saúde e Doença (1994), Saúde e Reabilitação (1996), Psicologia Pediátrica (1998), Gravidez e Interrupção de Gravidez (1998), Psicologia da Saúde (1999) e Comportamento e Saúde (2002).

Com mais este número temático sobre Psicologia da Saúde que agora se publica pretende-se dar continuidade a essa acção constante de divulgação científica e dar a conhecer trabalhos originais de autores portugueses.

Os temas dos trabalhos agora publicados são muito variados, e dão conta da amplitude e diversidade dos interesses dos investigadores, quer em reflexões teóricas quer em estudos empíricos: psicologia da saúde e saúde pública, significações leigas de saúde e doença, intervenção desenvolvimentista, comunicação em saúde, prevenção do tabagismo e do cancro da pele, avaliação psicológica na obesidade, stresse e auto-eficácia na diabetes, gravidez na adolescência, comportamento parental no cancro infantil e demência, entre outros. Assim, publicam-se neste número diversos tipos de estudos, numa abrangência de problemas de saúde e doença em várias fases do ciclo de vida, conferindo a este número temático um equilíbrio e uma diversidade temática nem sempre fáceis de atingir.

Os autores são provenientes de várias instituições, de tal forma que resulta uma larga representatividade nacional: ISPA, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Universidade do Minho, Faculdade de Motricidade Humana (UTL), Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (Porto), Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade Independente, Instituto Superior de Ciências da Saúde - Sul, Instituto Universitário D. Afonso III (Loulé), Instituto Piaget (Almada), Maternidade Júlio Dinis (Porto), Instituto Português de Oncologia (Lisboa), Centro Hospitalar de Lisboa (Zona Central) / Hospital de São José e Hospital Geral de Santo António (Porto).

 

JOSÉ A. CARVALHO TEIXEIRA

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons