SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número4Risco de suicídio em condutores adolescentesA ética do cuidado na intervenção comunitária e social: os pressupostos filosóficos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.21 n.4 Lisboa out. 2003

 

Atitudes e estratégias de aprendizagem em estudantes do Ensino Superior: estudo na Universidade dos Açores (*)

 

JOSÉ TAVARES (**)

JOSÉ BESSA (**)

LEANDRO S. ALMEIDA (***)

MARIA TERESA MEDEIROS (****)

ERMELINDO PEIXOTO (****)

JOAQUIM ARMANDO FERREIRA (*****)

 

RESUMO

No presente trabalho apresentam-se alguns resultados e as conclusões mais relevantes de um estudo realizado, na Universidade dos Açores, no âmbito de um projecto de investigação sobre o desenvolvimento do estudante do ensino superior. Neste artigo, em particular, analisam-se as atitudes e estratégias de aprendizagem mais utilizadas pelos alunos da Universidade dos Açores com base numa amostra constituída por 370 alunos que frequentavam, em 2001-2002, quatro cursos de licenciatura existentes em dois dos três pólos desta Universidade: Ponta Delgada e Angra do Heroísmo. A avaliação das atitudes e estratégias foi efectuada através do QACE - Questionário de Atitudes e Comportamentos de Estudo (Bessa & Tavares, 1998). As análises estatísticas procuraram, por um lado, avaliar a qualidade da métrica deste questionário e, por outro, descrever, os alunos nos seus comportamentos de estudo e de aprendizagem. Os resultados são consistentes com os de outros estudos similares, realizados a nível nacional e internacional, junto da população estudantil universitária.

Palavras-chave: Estratégias de aprendizagem, estudantes universitários, Ensino Superior, rendimento académico.

 

ABSTRACT

The authors summarize some findings from an exploratory study dealing with the cognitive development of 370 college students, from four different major areas, enrolled in courses offered in two separate campuses of the University of the Azores, Portugal (Ponta Delgada and Angra do Heroísmo). In this particular study, students' attitudes, approaches to studying and effective study habits were assessed, using the Questionnaire of Attitudes and Study Habits

- QACE (Bessa & Tavares, 1998), with the aim of determining which cognitive, metacognitive and affective variables control student engagement in academic activities and, therefore, influence decision-making about what to do (attitude) and how to (strategy) achieve proposed learning tasks. Descriptive and factor analyses were carried out, using SPSS, and results are consistent with those of similar studies on this issue conducted in Portuguese universities and elsewhere.

Key words: Learning strategies, college students, higher education, academic success.

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS

Almeida, L. S. (1993). Capacitar a escola para o sucesso. Vila Nova de Gaia: Edipsico.

        [ Links ]

Almeida, L. S. (2002). Sucesso e insucesso no Ensino Superior Português. In Actas do Seminário «Sucesso e insucesso no Ensino Superior Português» (pp. 103-119). Lisboa: Conselho Nacional de Educação.

        [ Links ]

Bessa, J., & Tavares, J. (1998). QACE - Questionário de Atitudes e Comportamentos de Estudo. Aveiro: Universidade de Aveiro.

        [ Links ]

Bessa, J. & Tavares, J. (2000). Abordagens e estratégias de regulação do estudo em alunos do 1.º ano das licenciaturas de ciências e engenharias da Universidade de Aveiro. Psicologia, 14 (2), 173-188.

        [ Links ]

Bessa, J. A. (2000). Níveis de ajustamento e auto-regulação académica em estudantes universitários. Universidade de Aveiro. Dissertação de mestrado.

        [ Links ]

Biggs, J. (1984). Learning strategies, student motivation patterns and subjectively perceived success. In J. R. Kirby (Ed.), Cognitive Strategies and Educational Performance. Orlando, FL: Academic Press.

        [ Links ]

Biggs, J. B. (1987). Student Approaches to Learning and Studying. Hawthorn: Australian Council for Educational Research.

        [ Links ]

Biggs, J. B. (1993). What do inventories of student's learning processes really measure? A theoretical review and clarification. British Journal of Educational Psychology, 63, 3-19.

        [ Links ]

Chalmers, D., & Fuller, R. (1997). Teaching for learning at University. London: Kogan Page.

        [ Links ]

Entwistle, N. J., & Ramsdem, P. (1983). Understanding Student Learning. London: Croom Helm.

        [ Links ]

Entwistle, N. J. (1987). A Model of the teaching-learning process derived from research on student learning. In J. T. E. Richardson, M. Eysenck, & D. Warren-Piper (Eds.), Student Learning Research in Education and Cognitive Psychology. London: Open University Press.

        [ Links ]

Marton, F., & Saljö, R. (1976). On qualitative differences in learning - I: Outcomes and processes. British Journal of Educational Psychology, 46, 4-11.

        [ Links ]

Newstead, S. E. (1992). A Study of two 'quick and easy' methods of assessing individual differences in student learning. British Journal of Educational Psychology, 62 (3), 299-312.

        [ Links ]

Peixoto, E. (2001). Aprendizagem, raciocínio metacognitivo e auto-regulação em contexto escolar: Princípios de uma teoria emergente. In B. Detry, & F. Simas (Eds.), Educação, cognição e desenvolvimento: Textos de psicologia educacional para a formação de professores. Lisboa: Edinova.

        [ Links ]

Peixoto, E. (1995). Aprendizagem de mestria e resolução de problemas: Da reactividade à construção dialéctica. Lisboa: McGraw-Hill de Portugal.

        [ Links ]

Pintrich, P. R. (1995) Current issues in research on self-regulated learning. A discussion with comentaires. Educational Psychologist, 30, 171-172.

        [ Links ]

Ramsdem, P. (1992). Learning to teach in Higher Education. London: Routledge.

        [ Links ]

Rosário, P. S. L. (1999). As abordagens dos alunos ao estudo: Diferentes modelos e suas interrelações. Psicologia: Teoria, Investigação e Prática, 1, 43-61.

        [ Links ]

Schunk, D. H. (1996). Learning Theories (2nd ed). Englewood Cliffs, N. J.: Prentice-Hall.

        [ Links ]

Soares, A. P., Osório, A., Capela, J. V., Almeida, L. S., Vasconcelos, R. M., & Caires, S. M. (2000). Transição para o ensino superior. Braga: Universidade do Minho, Conselho Académico.

        [ Links ]

Speth, C., & Brown, R. (1988). Study approaches, processes and strategies: are three perspectives better than one? British Journal of Educational Psychology, 58, 247-257.

        [ Links ]

Tavares, J. (1992). A aprendizagem como construção de conhecimento pela via da resolução de problemas e da reflexão. Aveiro: CIDINE.

        [ Links ]

Tavares, J., Santiago, R. A., & Lencastre, L. (1998). Insucesso no 1.º ano do Ensino Superior: Um estudo no âmbito dos Cursos de Licenciatura em Ciências e Engenharia na Universidade de Aveiro. Universidade de Aveiro: Unidade de Investigação, CCPSF-DCE.

        [ Links ]

Tavares, J., Santiago, R. A, Soares, I., Lencastre, L. et al. (1996). 'Níveis de sucesso no 1.º ano dos cursos de Licenciatura em Ciências e Engenharia na Universidade de Aveiro'. Relatório 1. Universidade de Aveiro: Unidade de Investigação, CCPSF-DCE.

        [ Links ]

Vermunt, J. D. (1996). Metacognitive, cognitive and affective aspects of learning styles and strategies: A phenomenographic analysis. Higher Education, 31, 25-50.

        [ Links ]

Zimmerman, B. J., & Martinez-Pons, M. (1988) Construct validation of a strategic model of student self-regulated learning. Journal of Educational Psychology, 80 (3), 284-290.

        [ Links ]

Zimmerman, B. J. (1989). Models of self-regulated learning and academic achievement. In B. J. Zimmerman, & D. H. Schunck (Eds.), Self-Regulated learning and academic achievement: Theory, research and practice (pp. 1-25). New York. Springer-Verlag.

        [ Links ]

 

(*) Estudo financiado pelo Programa PRADIC da Direcção Regional da Ciência e Tecnologia do Governo da RAA.

(**) Universidade de Aveiro.

(***) Universidade do Minho.

(****) Universidade dos Açores.

(*****) Universidade de Coimbra.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons