SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1As perturbações alimentares precoces e a sua avaliaçãoA intervenção psicológica na dor da criança índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.16 n.1 Lisboa mar. 1998

 

Autismo - Intervenção terapêutica na 1.ª infância

 

Cristina Marques (*)

 

RESUMO

A autora faz uma elaboração acerca da abordagem terapêutica de crianças na faixa etária da 1.ª infância com o diagnóstico de autismo, colocando particular ênfase nos seguintes pontos: 1) Importância do diagnóstico e início precoce do tratamento; 2) Reconhecimento da existência de défices regulatórios no processamento sensorial, os quais estariam na base das dificuldades de comunicação, em alguns casos; 3) Importância de promover modalidades terapêuticas que tenham em conta a globalidade do funcionamento psíquico da criança, o impacto da perturbação na relação pais-criança e o reestabelecimento do funcionamento interactivo.

São apresentados aspectos da experiência clínica com crianças do espectro autista, mediante a exposição do caso clínico de uma criança com o diagnóstico de autismo, em seguimento terapêutico pela autora.

Palavras-chave: Autismo, interacção, primeira infância, intervenção terapêutica.

 

ABSTRACT

The author presents an overview of the therapeutic intervention with infants suffering from autism, emphasizing the following issues: 1) Importance of early diagnosis and treatment; 2) Existance of regulatory deficits in sensorial processing, which are in some cases the basis for communication difficulties; 3) Therapeutic modalities should take into consideration child's psychological functioning as a whole and also the impact of child's dysfunction on parent-child relationship and the re-establishment of interactive functioning.

Clinical experience with these children is presented through a case report.

Key words: Autism, interaction, infancy, treatment.

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Frith, U. (1989). Autism - Explaining the enigma. Oxford U.K. and Cambridge U.S.A.: Blackwell Publishers.

        [ Links ]

Gonçalves, M. J. (1991). Psicoses da 1.ª Infância - algumas reflexões clínicas sobre o autismo infantil. Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria, 1, 15-20.

Greenspan, S. I. (1992). Reconsidering the diagnosis and treatment of very young children with Autistic Spectrum or Pervasise Developmental Disorder. Zero to Three, 13 (2), 1-9.

Kalmanson, B. (1992). Diagnosis and treatment of infants and young children with Pervasise Developmental Disorder. Zero to Three, 13 (2), 21-26.

Marques, C. (1998). Autismo - Modelos teóricos e intervenção terapêutica na 1.ª infância. Em publicação.

Meltzer, D. et al. (1980). Explorations dans le monde de l'autisme. Paris: Payot.

Sameroff, A. J., Emde, R. N., et al. (1989). Relationship disturbances in early childhood - A developmental approach. New York: Basic Books, Inc., Publishers.

Tustin, F. (1977). Autisme et psychose de l'enfant. Paris: Le Seuil. Tustin, F. (1981). Autistic states in children. London: Routledge, Kegan and Paul.

Wieder, S. (1992). Opening the door: Approaches to engage children with Multisystem Developmental Disorders. Zero to Three, 13 (2), 10-15.

 

(*) Assistente hospitalar de Pedopsiquiatria, Unidade da Primeira Infância, Rua 6 à Calçada dos Mestres, 8, 1070 Lisboa.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons