SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número3Ajuda-mútua e reabilitaçãoApoio habitacional: Uma perspectiva de reabilitação e integração comunitária índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Psicológica

versão impressa ISSN 0870-8231

Aná. Psicológica v.15 n.3 Lisboa set. 1997

 

Ethos de escola e contexto multicultural: Mote para alguns (re)encontros

 

Luís Miguel Carvalho (*)

 

RESUMO

O artigo explora algumas relações entre as temáticas da educação multicultural e das culturas de escola. Recuperando alguns dos estudos portugueses que põem em destaque a diversidade de culturas das escolas e, simultaneamente, a força desse mundo dos significados na construção das práticas escolares, o texto procura situar e discutir as possibilidades da promoção de práticas de educação multicultural no sistema educativo.

Palavras-chave: Escola(s), Educação multicultural, Inovação.

 

ABSTRACT

The present paper explores some of the relationships between the themes of multicultural education and school culture. By retrieving some of the portuguese studies highlighting the cultural diversity in schools and, simultaneously, the power of that world of meanings in the making of school practices, this text tries to locate and discuss how to pursue the multicultural practices in the portuguese educational institutions.

Key words: School(s), Multicultural education, Innovation.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

BIBLIOGRAFIA

Benavente, A. (1990). Escola, professoras e processos de mudança. Lisboa: Livros Horizonte.         [ Links ]

Blase, J., & Anderson, G. L. (1995). Micropolitics of educational leadership. London: Cassell.

Fullan, M. (1993). Change forces. London: The Falmer Press.

Giddens, A. (1994). Beyond left and right. Stanford, CA: Stanford University Press.

Gomes, R. (1993). Culturas de escola e identidades dos professores. Lisboa: Educa.

Hargreaves, A. (1994). Changing teachers, changing times. New York: Teachers Colege Press.

Morgan, G. (1986). Images of organization. Thousand Oaks, CA: Sage.

Rutter, M., Maughan, B., Mortimore, P., & Ouston, J. (1979). Fifleen thousand hours. London: Open Books.

Stöer, S. (1992). A reforma educativa e a formação inicial e contínua de protessores em Portugal: Perspectivas inter/multiculturais. In A. Nóvoa, & T. S. Popkewitz (org.), Reformas educativas e formação de professores (pp. 71-81). Lisboa: Educa.

Stöer, S. (1993) O projecto de educação e diversidade cultural: Para uma sinergia de efeitos de investigação. In Ministério da Educação/SCPEM, Escola e sociedade multicultural (pp. 51-55). Lisboa: Ministério da Educação.

Stöer, S., & Araújo, M. H. (1992). Escola e aprendizagem para o trabalho: Educação e democracia num país da (semi)periferia europeia. Lisboa: Escher.

Stanley, L. S. (1995). Multicultural questions, action reaserch answers. Quest, 47, 1-33.

Waller, W. (1932). The sociology of teaching. New York: John Wiley & Sons, 1967.

 

(*) Faculdade de Motricidade Humana, Unidade de Ciências da Educação, Universidade Técnica de Lisboa.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons