SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número2Micro-Sensores Potenciométricos e Amperométricos para o Estudo da CorrosãoDesempenho anticorrosivo de esquemas de pintura com tintas primárias em pó pigmentadas com zinco índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Corrosão e Protecção de Materiais

versão impressa ISSN 0870-1164

Corros. Prot. Mater. v.28 n.2 Lisboa  2009

 

The influence of the surface finishing on the electrochemical behaviour of DIN 1.4404 and DIN 1.4410 steels

S. A. Costa (1), (2), G. Pimenta (1), (*), I. T. E. Fonseca (2)

 

 

ABSTRACT

It is well known that the breakdown potential (Eb) and the open circuit potential (Eocp) are important parameters to evaluate the resistance of metallic materials against corrosion. Nevertheless, the literature presents scattered values of these parameters for stainless steels (SS). Many factors may contribute to this dispersion of published Eb and Eocp values. It has been proposed that the finishing and/or final treatment of the surface is one of those factors.

To address this question, the influence of the surface finishing on the average roughness (Ra), residual stress (t) and electrochemical behaviour of DIN 1.4404 and DIN 1.4410 have been considered. Samples from both steels were prepared with different finishing degrees with SiC paper. Roughness, residual stress and electrochemical tests were performed on samples with various surface finishing. Electrochemical studies were conducted in an Avesta cell and steel electrodes immersed in 1 M NaCl or 0.5 M MgCl2 aqueous solutions.

We found that when steels are immersed in sodium chloride or magnesium chloride aqueous solutions there is no significant change in the variation of the Eocp and Eb values as the average roughness increases and therefore we can conclude that these parameters are not affected by the final treatment or by the solution composition.

Key Words: DIN 1.4404, DIN 1.4410, Surface Finishing, Electrochemical Parameters

 

Influência do acabamento superficial no comportamento electroquímico dos aços DIN 1.4404 e DIN 1.4410

 RESUMO

É do conhecimento geral que os valores do potencial de ruptura da passivação (Eb) e do potencial em circuito aberto (Eocp) são parâmetros importantes para avaliar a resistência à corrosão dos materiais metálicos. Contudo, pelo menos no que se refere a aços inoxidáveis a literatura apresenta resultados muito divergentes. Vários factores poderão contribuir para a referida diversidade de valores, entre eles, o acabamento ou tratamento final da superfície.

Este estudo pretende avaliar a influência do acabamento superficial na rugosidade média (Ra), tensão residual (t) e resposta electroquímica dos aços em estudo.

De modo a serem atingidos os objectivos foram preparadas amostras de ambos os aços com diferentes acabamentos com lixas de SiC, sendo efectuadas medidas de rugosidade, de tensão residual e realizados ensaios electroquímicos de polarização potenciodinâmica. Os ensaios electroquímicos foram realizados na célula Avesta com amostras de ambos os aços com diferentes acabamentos superficiais, em soluções aquosas de NaCl 1 M e MgCl2 0,5 M.

Das medidas efectuadas conclui-se que não há uma variação significativa nos valores de Eocp e Eb com o aumento da rugosidade média para os dois aços em estudo, tanto no meio de cloreto de sódio como no meio de cloreto de magnésio. Pelo que se conclui que o tratamento final e composição da solução, no que se refere ao catião, não afectam significativamente os parâmetros electroquímicos.

Palavras-chave: DIN 1.4404, DIN 1.4410, Acabamento Superficial, Parâmetros Electroquímicos

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

REFERENCES

[1] C.O.A. OLSSON and D. LANDOLT, Electrochim. Acta 48 (2003) 1093.        [ Links ]

[2]“Steel Grades, Properties and Global Standards”, 1042, 4, Centrum Tryck AB, Avesta, Sweden (2005).

[3]"Standard Cr-Ni-Mo Stainless Steels”, 1198, 2, Centrum Tryck AB, Avesta, Sweden (2006).

[4]“Duplex Stainless Steels”, 1008, 5, Centrum Tryck AB, Avesta, Sweden (2007).

[5] T. L. SUDES, H L. WIJESINGHE, D. J. BLACKWOOD, Corros. Sci. 49, 1755 (2007).

[6] S. A. M. REFAEY, F. TAHA, A. M. ABD EL-MALAK, Int.J. Electrochem. Sci., 1, 80 (2006).

[7] J. L. DAWSON and M. G. S. FERREIRA, Corros. Sci., 26, 1009 (1986).

[8] ASTM G61-86: Standard Test Method for Conducting Cyclic Potentiodynamic Polarisation Measurements for Localized Corrosion Susceptibility of Iron-, Nickel-, or Cobalt-Based Alloys, USA (2003).

[9] ASTM F2129-04: Standard Test Method for Conducting Cyclic Potentiodynamic Polarisation Measurements to Determine the Corrosion Susceptibility of Small Implant Devices, ASTM, USA (2004).

[10] PAUL S. PREVÉY, (Residual Stress Distributions Produced by Strain Gage Surface Preparation), Lambda Research, UK; 2000.

[11] PAUL S. PREVÉY, (Current Applications of X-Ray Diffraction - Residual Stress Measurements), Lambda Research,UK; 2000.

[12] R F. V. VILLAMIL, A H. P. DE ANDRADE, C A. BARBOSA E S M. AGOSTINHO, (Estudo da corrosão por pite de novos aços inoxidáveis aplicados em implantes ortopédicos em meio de soluções de Ringer Lactato), 6º COTEQ, 22º CONBRASCORR, Brasil (2002).

[13] T. L. SUDESH L. WIJESINGHE and D. J. BLACKWOOD, Appl. Surf. Sci., 253, 1006 (2006).

[14] F. S. SHIEU, M. J. DENG and S. H. LIN, Corros. Sci., 40, 1267 (1998).

[15] M. DA CUNHA BELO, M. WALLS, N. E. HAKIKI, J. CORSET, E. PICQUENARD, G. SAGON and D. NOËL, Corros. Sci., 40, 447 (1998).

 

 

(1) Laboratório de Materiais do Instituto de Soldadura e Qualidade Taguspark, 2780-920 Porto Salvo

(2) Centro de Ciências Moleculares e Materiais (CCMM), Departamento de Química e Bioquímica, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Campo Grande, 1749-016 Lisboa

*Corresponding author: Tel: +351 214 228 173; Fax: +351 214 228 120, e-mail: gfpimenta@isq.pt

 

Artigo submetido em Agosto de 2008 e aceite em Março de 2009