SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número4Estudo da corrosividade de solo contaminado por substâncias químicas através de ensaios de perda de massa e Índice de Steinrath índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Corrosão e Protecção de Materiais

versão impressa ISSN 0870-1164

Corros. Prot. Mater. v.26 n.4 Lisboa out. 2007

 

Telemóveis submetidos a ciclos de humidade e temperatura

 

J. M. Gomes(1), M. J. F. Marques(2) (*), H. I. Viegas(1) e T. C. Diamantino(2)

 

RESUMO

Quatro modelos de telemóveis foram submetidos a ensaios de ciclos de humidade e temperatura. Cada ciclo foi concebido por forma a obrigar à condensação de humidade por 6 vezes em cada 24 horas. Apenas foram observados vestígios de humidade em dois dos modelos testados após 312 horas de ensaio. A localização e a área afectada pela presença de humidade sugerem um padrão diferente do observado nos centros de reparação de telemóveis, que os autores atribuem a diferentes causas para a penetração de água.

Palavras chave: Telemóveis, Vestígios de Humidade, Ensaios de ciclos

 

Mobile phones subjected to humidity and temperature cycles

 

ABSTRACT

Four models of mobile phones have been subjected to humidity and temperature cycling. Each cycle has been conceived in order to compel humidity condensation 6 times in every 24 hours. Vestiges of humidity were observed in two models after 312 hours of testing. The localization and the affected area by the presence of humidity both suggest a different pattern from the observed in service centres, attributed by the authors to different causes for water penetration.

Key words: Mobile Phones, Vestiges of Humidity, Cycle Assays

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

REFERÊNCIAS

[1] J. M. G. Gomes, Corros. Prot. Mater., 23, 4, 17 (2004).        [ Links ]

[2] R. Hienonen, M. Karjalainen and R. Iankinen (Verification of the thermal design of electronic equipment), Technical Research Centre of Finland, Espoo, Finland (1997).

[3] C. Leygraf and T. E. Graedel (Applied Atmospheric Corrosion: Electronic Devices), in Atmospheric Corrosion, The Electrochemical Society Series, John Wiley and Sons, USA, p. 175-189 (2000).

[4] Chien – Tsai Huang, Mei – Lien Chen, Li – Ling Huang and I – Fang Mao, Chinese Journal of Physiology, 45, 3, 109 (2002).

[5] B. Hosticka et al., Journal of Non-Crystalline Solids, 225, 1, 293 (1998).

[6] F. Restagno, L. Bocquet, and T. Biben, Physical Review Letters, 84, 11, 2433 (2000).

 

(1)  Keylab – Serviços Técnicos e Logística, S.A., Brejos de carreteiros, Quinta do Anjo, 2951-901 Palmela

(2) INETI – Laboratório de Tratamento de Superfícies e Revestimentos – Estrada do Paço do Lumiar, 1649-038 Lisboa

(*) A quem a correspondência deve ser dirigida, e-mail: joao.marques@ineti.pt

 

Artigo submetido em Janeiro de 2007 e aceite em Fevereiro de 2007