SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número183De Angola a Timor: uma navegação sem GPSRegimes políticos e recrutamento ministerial na Europa do Sul índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Social

versão impressa ISSN 0003-2573

Anál. Social  n.183 Lisboa abr. 2007

 

Anatomia do desencanto: a reforma agrária em Avis

 

António de Araújo*

 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

 

1 Cf. Tribunal Cívico sobre a Reforma Agrária. A Reforma Agrária Acusa, Lisboa, Editorial Caminho, 1980. O «acórdão» encontra-se também publicado in Sub Judice. Justiça e Sociedade, n.os 30-31, 25 de Abril: a Revolução na Justiça, coord. de António de Araújo, 2005, pp. 107 e segs.

2 O respectivo «acórdão» encontra-se publicado in Sub Judice..., cit., pp. 95 e segs.

3 Cf., em especial, Tribunal Russell 2. Le jugement final, Paris, Gallimard, 1968.

4 In Tribunal Russell. Le jugement de Stockholm, Paris, Gallimard, 1967, p. 29.

5 Cf. Minhas senhoras e meus senhores... Vida, fome e morte nos campos de Beja durante o salazarismo, Beja, Câmara Municipal de Beja/Cooperativa Cultural Alentejana, 2006.

6 Cf. o elucidativo gráfico n.º 2, publicado na p. 158, bem como o gráfico n.º 4, a p. 205.

7 Publicada em livro com o título Família e Poder no Alentejo. Elites de Avis – 1886- 1941, Lisboa, Edições Colibri, 1997.

8 Cf., por exemplo, Lino de Carvalho, Reforma Agrária. Da Utopia à Realidade, Porto, Campo das Letras, 2004, ou António Murteira (dir.), Uma Revolução na Revolução. A Reforma Agrária no Sul de Portugal, Porto, Campo das Letras, 2004.        [ Links ]

9 Cf. Vacas de Carvalho, O Fracasso de Um Processo. A reforma agrária no Alentejo, Lisboa, ed. do autor, 1977.

10 Cf. Olivier Balabanian e Guy Bouet, Os Cravos Murcharam, 1975/1985. Os resultados da reforma agrária portuguesa, Lisboa, s. n., 1987.

 

* Tribunal Constitucional.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons