SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número182Casa dos homens, casa de DeusO PCP e o processo de mobilização entre 1974 e 1976 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Análise Social

versão impressa ISSN 0003-2573

Anál. Social  n.182 Lisboa jan. 2007

 

Usos da cidade: conflitos simbólicos em torno da memória e imagem de um bairro

 

Irlys Alencar F. Barreira*

 

O artigo faz uma reflexão sobre a disputa simbólica entre usuários da Praia de Iracema, bairro situado numa cidade do Nordeste do Brasil, Fortaleza, tomando como referência as classificações e as práticas de ocupação da área. O texto apresenta o bairro na sua condição de liminaridade, com discursos que acenam para propostas de preservação do local veiculados por moradores e interlocutores da problemática urbana. No contexto da chamada revitalização ou requalificação, emergem diferentes definições sobre o uso e a preservação dos espaços. As reflexões, baseadas nas características da Praia de Iracema, não se restringem ao «estudo de caso», apontando também dimensões para se pensar sobre a experiência de transformação urbana noutras metrópoles contemporâneas.

Palavras-chave: cidade; conflitos simbólicos; bairro; património.

 

Utilisations de la ville: conflits symboliques autour de la mémoire et de l'image d'un quartier

L'article fait une réflexion sur la dispute symbolique entre usagers de la Plage d'Iracema, le quartier d'une ville du nord-est brésilien, Fortaleza, en prenant comme référence les classements et les pratiques d'occupation de la zone. Le texte nous présente le quartier dans sa condition liminaire, avec des discours qui vont dans le sens de proposer une préservation du site, véhiculés par des habitants et des interlocuteurs de la problématique urbaine. Dans le contexte de cette revitalisation ou requalification, émergent différentes définitions quant à l'utilisation et à la préservation des espaces. Les réflexions, fondées sur les caractéristiques de la Plage d'Iracema, ne se limitent pas à cette «étude de cas», mais s'étendent à d'autres expériences de transformation urbaine dans des métropoles contemporaines.

Mots clés: ville; conflits symboliques; quartier; patrimoine.

 

Uses of the city: symbolic conflicts over the memory and image of a neighbourhood

This article examines a symbolic conflict between the users of Praia de Iracema, a neighbourhood in Fortaleza, a city in North-eastern Brazil, taking land use types and practices there as its points of reference. The article shows how the neighbourhood is a peripheral one, involving discourses which acknowledge those, such as local residents and partners in urban development, with conservationist aims. In the context of so-called urban improvement or renewal, different definitions of the use and conservation of urban space emerge. The analysis, which focuses on the characteristics of Praia de Iracema, goes beyond a «case study» by also looking at aspects which help us to think about the experience of urban transformation in other large modern cities.

Keywords: city; symbolic conflicts; neighbourhood; heritage.

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text only available in PDF format.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Anderson, Benedict (1983), Comunidades Imaginadas: reflexões sobre a origem e a expansão do nacionalismo, Lisboa, Edições 70.        [ Links ]

Augé, Marc (1994), Não Lugares. introdução a uma antropologia da supermodernidade, Campinas, Papirus.

Arantes, Antonio Augusto (2000), Paisagens paulistanas. transformações do espaço público, Campinas, UNICAMP.

Barreira, Irlys (1992), O reverso das vitrines. Conflitos urbanos e cultura política, Rio de Janeiro, Editora Rio Fundo.

Barros da Ponte, Sebastião Rogério (1993), Fortaleza belle èpoque. reformas urbanas e controle social — 1860-1930, Fortaleza, Fundação Demócrito Rocha.

Bauman, Zygmunt (1998), O mal: Estar na pós-modernidade, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor.

Canclini, Nestor Garcia (1998), Culturas Híbridas, São Paulo, EDUSP.

Canclini, Nestor Garcia (1998), Consumidores e cidadãos, conflitos multiculturais e globalização, Rio de Janeiro, UFRJ, 1997.

Certeau, Michel de (1994), A invenção do cotidiano, artes de fazer, Petrópolis, Vozes.

Costa, Pedro (2000), «Centros e margens: produção e práticas culturais na Área Metropolitana de Lisboa», in Análise Social, revista do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa n.º 153, vol. xxxiv, Primavera.

Fortuna, Carlos (1999), Identidades, Percursos, Paisagens Culturais, Oeiras, Celta editora.

Freitag, Bárbara (2003), «A revitalização dos centros históricos das cidades brasileiras», in Salvador: Caderno CRH/UFBA, «Cidades», n.º 38, Janeiro-Junho.

Gohn, Maria da Glória (1995), História dos movimentos e lutas sociais. a Construção da Cidadania dos Brasileiros, São Paulo, Edições Loyola.

Gondim, Linda Maria Pontes (2000), «Desenho urbano e imaginário sócio-espacial da cidade: a produção de imagens da `moderna' Fortaleza no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura», relatório submetido à Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Fortaleza, FUNCAP.

Gondim, Linda Maria Pontes (2001), «A construção social da memória na moderna Fortaleza», in Aguiar Odílio Alves, Batista Élcio e Pinheiro Joceny, Olhares Contemporâneos, Fortaleza, Fundação Demócrito Rocha.

Gondim, Linda Maria Pontes (2001), «Imagem da cidade ou imaginário sócio-espacial? Reflexões sobre as relações entre espaço, política e cultura a propósito da Praia de Iracema», in Revista de Ciências Sociais, vol. 32, n.os 1-2.

Harvey, David (1993), A condição Pós-moderna, Uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural, São Paulo, Edições Loyola.

Hobsbaum, Eric, e Terence, Ranger, (1984), A Invenção das tradições, Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1984.

Linhares, Paulo (1992), Cidade de Água e sal. Por uma antropologia do Litoral Nordeste sem cana e sem açúcar, Fortaleza, Fundação Demócrito Rocha.

Pais, José Machado (2002), Sociologia da vida cotidiana, Lisboa, Instituto de Ciências Sociais.

Scherer-Warren (1993), Redes e Movimentos sociais, São Paulo, Edições Loyola.

Schramm, Solange M. O. (2002), O Território livre de Iracema: nem só o nome ficou, dissertação de mestrado, programa de pós-graduação em Sociologia da UFC, Fortaleza-Ce.

Simmel, Georg (1986), Sociología, 2, Estudios sobre las formas de socializacion, Madrid, Alianza Editorial.

Turner, Victor (1964), The Forest of Symbols: Aspects of Ndembu Ritual, Ithaca, Cornell University Press.

 

* Universidade Federal do Ceará — UFC.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons