SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número3A nova Lei do Tribunal dos Conflitos: a peça que faltava (parte I)Do poder de mídia e as violações de Direitos Fundamentais: um debate acerca dos limites da liberdade de imprensa e a exposição de crianças ao culto da violência índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


e-Pública: Revista Eletrónica de Direito Público

versão On-line ISSN 2183-184X

Resumo

NOVAIS, Jorge Reis. A origem histórica da Má Doutrina da Constituição Portuguesa sobre regimes de Direitos Fundamentais. e-Pública [online]. 2019, vol.6, n.3, pp.121-136. ISSN 2183-184X.

Segundo a doutrina dominante, a Constituição portuguesa teria instituído diferentes regimes jurídicos consoante as diferentes categorias de direitos fundamentais constitucionais: regime dos direitos, liberdades e garantias, regime dos direitos económicos sociais e culturais e regime dos direitos de natureza análoga aos direitos, liberdades e garantias. Isto significaria que, previamente à resolução de qualquer problema jurídico de direitos fundamentais, teria de ser previamente estabelecida tanto a categoria do direito em causa, quanto o regime que lhe seria especialmente aplicado. Neste artigo procura-se determinar a origem histórica -até agora não plenamente indagada nem explicada- deste perturbante sistema, de resto, singular e único no panorama das Constituições de Estado de Direito.

Palavras-chave : Assembleia Constituinte; direitos liberdades e garantias; direitos sociais; regime de direitos fundamentais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )