SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número122A (re)produção de uma sentença: narrativas uníssonas sobre feminicídio em tribunais do júriVácuo no poder? Reflexões sobre a difusão do Primeiro Comando da Capital pelo Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Crítica de Ciências Sociais

versão On-line ISSN 2182-7435

Resumo

LOBAO, Júlio. Swaps e empresas públicas em Portugal: uma história de poder, cisnes negros e ilusões. Revista Crítica de Ciências Sociais [online]. 2020, n.122, pp.53-76. ISSN 2182-7435.  http://dx.doi.org/10.4000/rccs.10632.

A construção de narrativas é um dos elementos centrais no funcionamento dos mercados financeiros modernos. Neste artigo analisamos as estratégias discursivas de um conjunto de gestores de empresas públicas de Portugal perante uma Comissão Parlamentar de Inquérito. Essa comissão foi criada pela Assembleia da República em 2013 para investigar as perdas verificadas pela celebração de contratos derivados (swaps) nas empresas públicas. Recorrendo a conceitos de várias áreas, entre as quais a sociologia das finanças e a psicologia cognitiva, a nossa análise revela que as condições de incerteza e as ilusões cognitivas dos gestores influenciaram as suas narrativas de racionalização. As relações de poder entre os atores sociais em presença (poderes públicos, bancos, empresas) transparecem igualmente no discurso dos gestores. Nas nossas conclusões evidenciamos as implicações destes fatores para a construção de uma visão mais contextualizada das relações financeiras.

Palavras-chave : empresas públicas; gestão empresarial; incerteza (economia); mercados financeiros; Portugal; relações de poder.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons