SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 5Satisfação com o Suporte Social e Qualidade de Vida dos doentes com EsquizofreniaNecessidades dos cuidadores familiares de pessoas com demência a residir no domicílio: revisão integrativa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

FERREIRA, Manuela et al. Escala de Envolvimento com o Álcool para Adolescentes (AAIS): Análise factorial confirmatória. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2017, n.spe5, pp.39-43. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0165.

ENQUADRAMENTO: O consumo de álcool na adolescência contribui significativamente para produzir danos físicos e psicológicos e está associado a intoxicações, comportamentos sexuais de risco e tentativas de suicídio. A validação de uma escala que permita avaliar o envolvimento com o álcool para adolescentes é de importância capital para o planeamento de ações promotoras de estilos de vida saudáveis junto deste grupo etário OBJETIVO: Estudar a validade e fidedignidade da Escala de Envolvimento com o Álcool para Adolescentes MÉTODO: Recorreu-se a um modelo de investigação quantitativo, transversal, descritiva e correlacional. Participaram 971 estudantes do ensino secundário público e cooperativo. O Instrumento de recolha de dados inclui o questionário sociodemográfico, a Escala de Envolvimento com o Álcool para Adolescentes de Mayer & Filstead (1979) adaptada por Fonte & Alves (1999). RESULTADOS:Os estudantes com idades compreendidas entre os 14 - 21 anos, são na sua maioria rapazes (50,80%), Revelaram-se bebedores habituais sem problemas (75,30%), com elevadas expectativas face ao álcool (45,10%).Procedemos ao estudo de fiabilidade e validade da Escala de Envolvimento com o Álcool para Adolescentes e após análise factorial de componentes principais, com rotação ortogonal de tipo varimax, obtivemos 2 factores com raízes lactentes superiores a 1, que no seu conjunto explicaram 55,41% da variância total. O Alfa de Cronbach para a globalidade da escala foi de α=0.900,com um coeficiente de Split-half para a primeira metade = 0,865 e segunda metade = 0,800 CONCLUSÃO As propriedades psicométricas da escala de envolvimento com o álcool para adolescentes (AAIS) certificam a sua qualidade, enquanto ferramenta a utilizar por profissionais de saúde para avaliação dos comportamentos e sentimentos dos asolescentes face ao alcool

Palavras-chave : Adolescentes; Álcool; Escala; Expectativas.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons