SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 5Programa de Luta conta o Estigma: resultados obtidos na formação nos profissionais da Saúde MentalSatisfação com o Suporte Social e Qualidade de Vida dos doentes com Esquizofrenia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

MARTINS, Conceição et al. Situações indutoras de stress e burnout em estudantes de enfermagem nos ensinos clínicos. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2017, n.spe5, pp.25-32. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0163.

CONTEXTO: A exposição recorrente a situações de Stress pode levar a Burnout, síndrome psicológica em resposta a fatores de Stress crónicos no trabalho. O ensino de Enfermagem desperta interesse relativamente ao Stress e Burnout dos futuros enfermeiros, pois considera-se que os estudantes vivenciam situações, que sendo stressantes para os enfermeiros, também o podem ser para eles. OBJETIVO(S): Identificar situações indutoras de Stress e Burnout em estudantes de enfermagem nos ensinos clínicos; Analisar a influência das variáveis sociodemográficas e académicas no Stress e Burnout. METODOLOGIA: Estudo quantitativo e descritivo e correlacional. Amostra de 236 estudantes em ensino clínico, recolha de dados com questionário sociodemográfico e caracterização académica, Escala KEZKAK e Inventário de Burnout de Maslach. RESULTADOS: A amostra demonstra índices de saúde baixos; Os enfermeiros estão vulneráveis ao stress; O stress produzido pelas circunstâncias organizacionais, a totalidade da amostra revela elevados índices de stress e o seu bem-estar biopsicossocial, manifestamente afetado. CONCLUSÕES: Amostra maioritariamente feminina (78.4%), idade média 21.17 anos (±.2.487 Anos); prevalência de estudantes a frequentarem o 3º e 4º ano (42.8% vs. 43.2%). Predomínio de Stress moderado (47.0%). Situações que causam Stress aos estudantes: "Não controlar a relação com o doente/utente" 49.36 (±16.458), "Falta de competência" (M=48.55; ±21.043), "Relação com supervisor e colegas" (M=44,95), "Sobrecarga" (M=40,85), "Impotência e   incerteza" (M=44.43). Prevalência de baixo Burnout com percentuais mais elevados em todas as variáveis sociodemográficas e académicas. As variáveis sociodemográficas e académicas com significado estatístico no Burnout foram o sexo, a idade e a coabitação em tempo de aulas.

Palavras-chave : Stresse Psicológico; Esgotamento Profissional; Educação em Enfermagem; Estudantes de Enfermagem.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons