SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 5Ansiedade, stress e depressão relacionados com perturbações do sono-vigília e consumo de álcoolPrograma de Luta conta o Estigma: resultados obtidos na formação nos profissionais da Saúde Mental índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

SOUSA, Luís et al. Análise fatorial confirmatória da Depression Anxiety Stress Scale em pessoas com Doença Renal Crónica. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2017, n.spe5, pp.13-18. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0161.

CONTEXTO: A Depression Anxiety Stress Scale (DASS) foi desenvolvida por Lovibond e Lovibond, em 1995, para avaliar os sintomas da ansiedade e da depressão. A versão portuguesa da DASS com 21 itens (DASS-21) confirmou ter propriedades idênticas às da versão original. OBJETIVO: Confirmar a estrutura da DASS-21 em pessoas com doença renal crónica em programa de hemodiálise. MÉTODO: Estudo metodológico. Foi obtida uma amostra representativa de 159 pessoas com doença renal cónica, em programa de hemodiálise, em duas clínicas e num serviço de nefrologia de um Centro Hospitalar, todos em Lisboa, Portugal. Foi realizada colheita de dados de maio a junho de 2015. Desenvolveu-se uma análise fatorial confirmatória com recurso ao software AMOS. Utilizaram-se os seguintes parâmetros: rácio entre o Qui quadrado e os graus de liberdade (Χ2/g.l), goodness-of-fit index (GFI), comparative fit index (CFI), Tucker-Lewis index (TLI) e root mean square error of approximation (RMSEA). RESULTADOS: Obteve-se Χ2/g.l=1,980, GFI=0,84, CFI=0,87, TLI=0,85 e RMSEA=0,08, o que demostra ser um bom ajustamento para a hipótese da solução de dois fatores. Não se confirma a solução proposta na versão original e na versão portuguesa (três fatores). CONCLUSÕES: A versão portuguesa da DASS-21 apresenta dois fatores, e é válida para medir stresse/ansiedade e depressão, em pessoas com doença renal crónica.

Palavras-chave : Insuficiência Renal Crónica; Depressão; Ansiedade; Estudos de validação.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons