SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 5Análise fatorial confirmatória da Depression Anxiety Stress Scale em pessoas com Doença Renal Crónica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

GALVAO, Ana; PINHEIRO, Marco; GOMES, Maria José  e  ALA, Sílvia. Ansiedade, stress e depressão relacionados com perturbações do sono-vigília e consumo de álcool. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2017, n.spe5, pp.8-12. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0160.

CONTEXTO: A transição normativa do ensino secundário para o superior apresenta vários desafios, nomeadamente a saída da casa familiar, o aumento de independência, alterações nos grupos sociais e um acesso aumentado a álcool e drogas. Alguns dos estudantes com estratégias de coping menos adaptativas para lidar com estas [1]alterações, em muitos casos stressantes, podem estar em risco de desenvolver uma má qualidade de sono e comportamentos de risco no que diz respeito ao consumo de álcool. OBJETIVOS: Avaliar a ansiedade, stress e depressão relacionadas com distúrbios de sono e consumo de álcool em alunos do ensino superior, bem como a relação entre a qualidade de sono, stress, ansiedade, depressão e consumo de álcool e as caraterísticas sociodemográficas selecionadas. METODOLOGIA: Estudo, descritivo-correlacional e transversal. Amostra não probabilística e por conveniência de 158 estudantes. Os instrumentos de avaliação foram o Alcohol Use Disorders Identification Test-AUDIT, o Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh-IQPSe a Escala de Ansiedade, Depressão e Stress-EADS-21. RESULTADOS: A maioria dos estudantes (53.8%) demonstra uma má qualidade de sono apresentando níveis de stress, ansiedade e depressão superiores aos restantes. Uma maioria de estudantes (86.1%) tem um nível de consumo de álcool normal. Existe uma relação entre a qualidade de sono e o nível de consumo de álcool. CONCLUSÕES: Os resultados do estudo confirmam a necessidade da consulta de higiene do sono na Unidade de Psicologia Clínica do Instituto Politécnico de Bragança, de forma a ir ao encontro das queixas evidenciadas nas perturbações no padrão do sono-vigília dos estudantes.

Palavras-chave : transtornos do sono-vigília; consumo de bebidas alcoólicas; saúde mental; adulto jovem.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons