SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número17O suicídio na comunicação das redes sociais virtuais: Revisão integrativa da literaturaAdesão ao tratamento no Transtorno Afetivo Bipolar: percepção do usuário e do profissional de saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

WEBER, César Augusto Trinta  e  JURUENA, Mario Francisco. O olhar da família sobre o manejo de um hospital dia em saúde mental. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2017, n.17, pp.25-33. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0180.

CONTEXTO: No tratamento das pessoas com transtorno mental é fundamental o apoio da família e da comunidade. De um lado, as terapias de suporte à família para a compreensão do fenômeno do adoecimento, desmistificando a doença e as suas formas de tratamento e, de outro, os mecanismos de estímulo às redes sociais de apoio, como formas de amparo na perspectiva de um novo olhar sobre o cuidado em saúde mental. OBJETIVO: Investigar a percepção da família sobre as estratégias terapêuticas de um hospital dia em saúde mental para a inclusão de seus usuários. MÉTODO: Estudo qualitativo, pesquisa documental e estudo de caso. RESULTADOS: Os familiares demonstraram possuírem alguns conhecimentos sobre a doença mental. Os aprendizados teóricos e práticos adquiridos no hospital dia vêm permitindo-lhes compreender e lidar melhor com o fenômeno do adoecimento que vivenciam com os seus parentes. À medida que a família começa a fazer parte do processo de cuidado, além de comprometerem-se com as atividades terapêuticas propostas, esta passa a reconhecer os efeitos de cada etapa desse tratamento. Em muitos casos, os primeiros resultados passam a ser percebidos pela resposta positiva na melhora do quadro clínico e reintegração social. Sobre as Redes Sociais de Apoio as pessoas com transtornos mentais e suas famílias, a maioria dos participantes referiram desconhecê-las. CONCLUSÕES: Os aprendizados teóricos e práticos acumulados pela família sobre a doença mental permitiram-lhes compreender e lidar melhor com o fenômeno do adoecimento.

Palavras-chave : Hospital dia; Psiquiatria comunitária; Saúde mental.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons