SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 4Processos formativos da docência em saúde mental nas graduações de enfermagem e medicinaA qualidade de vida para motoristas de ônibus: Entre a saúde e o trabalho índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

LIMA, Thainá Oliveira  e  TAVARES, Claudia Mara de Melo. As dificuldades emocionais experenciadas por acadêmicos de enfermagem na abordagem ao paciente. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2016, n.spe4, pp.93-99. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0147.

de maneira fragmentada, mas sim, como uma prática social situada historicamente, que envolve diversos aspectos, principalmente emocionais, que permeiam todo o processo de formação do enfermeiro. OBJETIVO: Discutir junto aos estudantes de enfermagem as dificuldades emocionais experenciadas na abordagem ao paciente. METODOLOGIA: Estudo qualitativo, descritivo e exploratório, realizado com alunos do curso de graduação em Enfermagem, da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa da Universidade Federal Fluminense, no estado do Rio de Janeiro, Niterói, Brasil. A coleta de dados se deu através da entrevista em grupo focal. A análise dos resultados foi feita a partir da análise temática de conteúdo. RESULTADOS: Conhecer as histórias dos alunos e fazê-los rememorar as situações que julgaram mais marcantes, lhes possibilitou reconhecer as próprias emoções, passo para a construção da Inteligência Emocional, que é capacidade de gerenciar as emoções dentro de nós e em nossos relacionamentos. Em diversas ocasiões os alunos reagem de forma diferente diante dos mesmos acontecimentos. Isto é de grande importância, pois quer dizer que boa parte de nossas ações não estão nos estímulos externos, e sim em condições pessoais, que podem ser conscientes ou inconscientes. CONCLUSÃO: Foi possível dar visibilidade às experiências de dificuldade emocionais vivenciadas pelos estudantes de enfermagem e, assim, propor mudanças e abertura de novos espaços de discussão no ambiente universitário.

Palavras-chave : Emoções; Enfermagem; Inteligência emocional; Educação em enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons