SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 3Qualidade de vida e solidão em idosos residentes em larTrabalhar as emoções mediante b-learning nos futuros profissionais de enfermagem: Uma experiência diferente de promoção da saúde mental índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

MONICO, Lisete et al. Inteligência emocional e capital psicológico: Qual o papel da espiritualidade organizacional?. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2016, n.spe3, pp.45-50. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0116.

CONTEXTO: A Espiritualidade Organizacional é entendida como o sentido de comunidade na equipa, alinhamento com os valores da organização, sentido de préstimo à comunidade, alegria no trabalho e oportunidades para a vida interior. Organizações que incentivam a espiritualidade organizacional alcançam maiores receitas e aumentam o comprometimento dos colaboradores, reduzindo o absenteísmo e a depressão. Acreditamos que a Espiritualidade Organizacional pode desempenhar um papel relevante na relação entre Inteligência Emocional e Capital Psicológico. OBJETIVO(S): Analisar o papel moderador ou mediador da Espiritualidade Organizacional na relação entre Inteligência Emocional e Capital Psicológico. METODOLOGIA: Foi realizado um inquérito quantitativo com uma amostra de 301 trabalhadores que responderam às escalas de Inteligência Emocional, Capital Psicológico e Espiritualidade Organizacional. As análises de validade e fiabilidade asseguraram uma utilização confiável das medidas. RESULTADOS: Encontrámos uma relação positiva da Inteligência Emocional com a Espiritualidade Organizacional (r=0.358) e com o Capital Psicológico (r=0.599). Conjuntamente, as cinco dimensões de Espiritualidade Organizacional tiveram uma capacidade preditiva de 33% do Capital Psicológico. A relação entre a Inteligência Emocional e o Capital Psicológico Capital foi levemente moderada pela Espiritualidade Organizacional (p=.024). Para além disso, a Espiritualidade Organizacional revelou-se um mediador parcial na relação entre Inteligência Emocional e Capital Psicológico (efeito direto de β = 0.55, efeito indireto de β=.17, p<.05). CONCLUSÃO: Espiritualidade Organizacional, Inteligência Emocional e Capital Psicológico estão positivamente correlacionados. A Espiritualidade Organizacional influencia a relação entre Inteligência Emocional e Capital Psicológico, agindo como variável de moderação (baixa magnitude). A Espiritualidade Organizacional revelou-se um mediador parcial na relação entre inteligência Emocional e Capital Psicológico.

Palavras-chave : Espiritualidade organizacional; Inteligência emocional; Capital psicológico; Moderação e mediação.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons