SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 3Características de um programa de capacitação para familiares cuidadores de pessoas com demência a residir no domicílioInteligência emocional e capital psicológico: Qual o papel da espiritualidade organizacional? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

CASTRO, Mariana  e  AMORIM, Isabel. Qualidade de vida e solidão em idosos residentes em lar. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2016, n.spe3, pp.39-44. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0115.

CONTEXTO: Diante da realidade inquestionável das transformações demográficas iniciadas no último século e que nos fazem observar uma população cada vez mais envelhecida, evidencia-se a importância de garantir aos idosos não só uma sobrevida maior, mas também uma boa Qualidade de Vida. OBJETIVO(S): Neste sentido, tornou-se pertinente centrar o estudo na análise da relação entre aspetos sociodemográficos e variáveis relacionadas com a institucionalização e a Solidão e a Qualidade de Vida em idosos institucionalizados. METODOLOGIA: Delineou-se um estudo descritivo-correlacional, recorrendo a uma amostra independente constituída por 47 idosos residentes em lar e como método para a recolha de dados elaborou-se um protocolo constituído por: questionário sobre dados sociodemográficos e variáveis relacionadas com a institucionalização; Escala de Qualidade de Vida (Organização Mundial de Saúde - OMS) WHOQOL-Bref (Serra et al., 2006) e a Escala da Solidão da UCLA (Neto, 1989). RESULTADOS: Observou-se que o grupo de idosos estudados é constituído maioritariamente por mulheres, viúvas, com idades compreendidas entre os 72 e 96 anos, com frequência do ensino básico, reformadas. CONCLUSÃO: A Solidão e a Qualidade de Vida estão negativa e fortemente correlacionadas. No que diz respeito aos fatores relacionados com a situação de institucionalização, apenas nas visitas em lar, frequências de saídas, relações no lar e períodos de saída é que se encontram diferenças significativas entre grupos.

Palavras-chave : Envelhecimento; Qualidade de vida; Solidão; Institucionalização.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons