SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 3Eficácia do programa InCARE na sobrecarga dos cuidadores informais de pessoas idosas após um AVCFatores de risco em saúde mental: Contributos para o bem-estar biopsicossocial dos profissionais da saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

TOMAS, Catarina; QUEIROS, Paulo  e  FERREIRA, Teresa. A utilização das fontes de informação em saúde como preditor da literacia em saúde sobre uso de substâncias nos adolescentes. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2016, n.spe3, pp.15-20. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0111.

CONTEXTO: É a necessidade ou falta de conhecimento que leva à procura de informação, sendo essencial compreender os contextos desta procura com vista a uma estratégia de abordagem da literacia em saúde. OBJETIVO(S): Conhecer as fontes de informação em saúde utilizadas por uma amostra de adolescentes portugueses e os seus níveis de literacia sobre uso de substâncias, bem como conhecer o impacto da utilização dessas fontes de informação na literacia em saúde estudada. METODOLOGIA: O estudo realizado é quantitativo, descritivo-correlacional, transversal, sendo a amostra de conveniência não probabilística de 1215 adolescentes (idades entre os 14 e os 20 anos, ambos os sexos e a frequentar o ensino secundário no distrito de Leiria). O questionário de autopreenchimento continha questões sociodemográficas, a Health Literacy Questionnaire for Children e o Instrumento de Avaliação da Literacia em Saúde. RESULTADOS: A amostra apresenta bons níveis de literacia em saúde em uso de substâncias, utilizando com mais frequência as fontes de informação em saúde o médico e a família. Percebeu-se uma correlação entre os dois conceitos, com uma predição da literacia em saúde em uso de substâncias pela utilização das fontes de informação. CONCLUSÃO: Existe uma relação explicativa entre os dois conceitos estudados, sendo os níveis de literacia em saúde em uso de substâncias encontrados na amostra bons, e as fontes de informação em saúde utilizadas de forma frequente.

Palavras-chave : Adolescente; Comportamento de procura de droga; Alfabetização em saúde; Comportamento de busca de informação.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons