SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 3A utilização das fontes de informação em saúde como preditor da literacia em saúde sobre uso de substâncias nos adolescentes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

ARAUJO, Odete; LAGE, Isabel; CABRITA, José  e  TEIXEIRA, Laetitia. Eficácia do programa InCARE na sobrecarga dos cuidadores informais de pessoas idosas após um AVC. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2016, n.spe3, pp.09-13. ISSN 1647-2160.  http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0110.

CONTEXTO: Em Portugal o acidente vascular cerebral (AVC) representa a principal causa de incapacidade nas pessoas idosas. Apesar dos avanços nos cuidados de saúde permitirem que mais sobreviventes de AVC vivam no domicílio cuidados pelas famílias, a evidência sugere que os cuidadores sofrem elevados níveis de sobrecarga e insatisfação com a quantidade e qualidade da informação e com o suporte recebido. O estado da arte sugere, ainda, a necessidade da implementação de programas de intervenção psicoeducativa baseados na resolução de problemas e na aquisição de competências práticas, visando a redução do impacte dos cuidados nos cuidadores. OBJETIVO(S):Desenvolveu-se um estudo tendo como objetivos: (1) avaliar as competências práticas dos cuidadores de pessoas idosas sobreviventes de um AVC; e (2) avaliar um programa de intervenção na diminuição de sobrecarga destes cuidadores no 1º (M1) e 3º (M2) mês após a intervenção. METODOLOGIA:O estudo quasi-experimental foi realizado com uma amostra de 174 cuidadores informais de pessoas idosas dependentes sobreviventes de AVC, os quais foram distribuídos pelo grupo experimental (n=85) e pelo grupo controlo (n=89). A investigação decorreu nos domicílios de famílias inscritas em Agrupamentos de Centros de Saúde da região norte. RESULTADOS: Os dados sugerem elevados níveis de sobrecarga no 1º e 3º mês no grupo de controlo, comparativamente com o grupo experimental, no qual se verificou uma diminuição após o follow-up(M2). CONCLUSÃO: Pode concluir-se que os resultados da implementação do programa InCARE corroboram a importância de uma intervenção precoce e estruturada na capacitação e redução da sobrecarga dos cuidadores.

Palavras-chave : Cuidadores informais; Pessoas idosas; AVC; Estudo quasi-experimental.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons