SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número especial 2Ritmos sociais e volume de atividade social de pessoas em programa de substituição com metadonaComorbidades em usuários de um serviço de saúde mental índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental

versão impressa ISSN 1647-2160

Resumo

MONTE, Kelly; FONTE, Carla  e  ALVES, Sónia. Saúde mental numa população não clínica de jovens adultos: Da psicopatologia ao bem-estar. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [online]. 2015, n.spe2, pp.83-87. ISSN 1647-2160.

CONTEXTO: Em termos históricos, a investigação da saúde mental alicerçou-se nos pressupostos teóricos do modelo médico, que a define como a ausência de doença mental ou psicopatologia. Atualmente, a saúde mental para além da ausência de doença mental, envolve o bem-estar, designado por alguns autores de saúde mental positiva (Keyes, 2005). OBJETIVO(S): Neste sentido, apresenta-se um estudo, que tem como objetivo caraterizar a saúde mental de jovens adultos relativamente à doença mental/psicopatologia e à saúde mental positiva/bem-estar. METODOLOGIA: Neste estudo, participaram 157 jovens adultos com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, residentes na ilha de São Miguel, Açores. Os dados foram recolhidos com recurso a um Questionário Sócio-Demográfico, à Versão Portuguesa da Escala de Bem-Estar Mental de Warwick-Edinburgh (WEMWBS), à Escala Continuum de Saúde Mental - Versão Reduzida (Adultos) (MHC-SF) e à Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS-21). Os dados foram tratados com recurso ao programa estatístico SPSS, versão 22. RESULTADOS: No que respeita aos resultados, são apresentados os níveis de psicopatologia e os níveis de saúde mental positiva, bem como as diferenças nestes de acordo com variáveis sociodemográficas. CONCLUSÕES: Em termos gerais, a população em estudo apresenta baixos níveis de psicopatologia, nomeadamente ansiedade, depressão e stress, e níveis elevados de saúde mental positiva, encontrando-se em flourishing.

Palavras-chave : Saúde mental positiva; Depressão; Ansiedade; Stress.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )