SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2Abordagem da displasia de desenvolvimento da anca irredutível: Resultados provisórios dos doentes tratados cirurgicamente nos últimos 5 anosSerão as fraturas bimaleolares e equivalentes bimaleolares semelhantes? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia

versão impressa ISSN 1646-2122

Resumo

GOMES, Marta et al. Fratura de Hoffa: Dificuldades de diagnóstico e opções de tratamento. Rev. Port. Ortop. Traum. [online]. 2012, vol.20, n.2, pp.223-230. ISSN 1646-2122.

As fraturas coronais do côndilo femoral (fraturas de Hoffa) são raras e por vezes associadas a outras lesões. O tratamento conservador pode ser considerado nas fraturas sem desvio mas, o tratamento de eleição é cirúrgico. Os autores apresentam uma série de 9 pacientes com fratura de Hoffa tratados cirurgicamente entre 2004 e 2009 na nossa instituição. O follow up médio foi de 29 meses. Em todos os doentes a fratura resultou de acidente de alta energia e em um caso a fratura era exposta. O tratamento protocolado foi a redução aberta e fixação com parafusos canulados. Obteve-se um caso de pseudartrose e um caso de limitação funcional marcada (flexão menor que 90º). Os resultados obtidos foram significativamente afetados pelas lesões associadas. A maioria dos doentes estava satisfeita com o resultado obtido.

Palavras-chave : Hoffa; côndilo femoral; fratura articular; coronal.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons