SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 número4Prevalência de sobrepeso e obesidade em homens adultos segundo dois critérios de diagnóstico antropométricoO método Pilates® sobre a resistência muscular localizada em mulheres adultas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Motricidade

versão impressa ISSN 1646-107X

Resumo

RODRIGUES, Luis Paulo; BEZERRA, Pedro  e  SARAIVA, Linda. Morfologia e crescimento dos 6 aos 10 anos de idade em Viana do Castelo, Portugal. Motri. [online]. 2007, vol.3, n.4, pp.55-75. ISSN 1646-107X.

Ao longo de quatro anos, o Estudo Morfofuncional da Criança Vianense observou 1911 crianças entre os 6 e os 10 anos de idade, resultando em 4064 observações individuais (2054 de raparigas, 2006 de rapazes). Os resultados encontrados nos indicadores morfológicos simples (altura, peso, pregas adiposas, diâmetros ósseos e perímetros musculares) e no somatótipo, são descritos normativamente (valores percentílicos) e comparados com outros estudos nacionais e internacionais. As crianças vianenses demonstraram possuir uma estatura média ligeiramente superior às reportadas nos estudos portugueses e um ritmo de crescimento diferente das norte-americanas; peso semelhante ao das congéneres nacionais mas inferior ao das EUA; valores de pregas adiposas geralmente inferiores aos encontrados em Portugal e EUA; perímetros musculares e diâmetros ósseos semelhantes aos seus pares portugueses; e uma tendência para o aumento, com a idade, do ectomorfismo nos rapazes e do endomorfismo em ambos os sexos. Este panorama parece indicar que as crianças vianenses apresentam características de aptidão morfologia que estão longe de espelhar as preocupações internacionais nesta matéria.

Palavras-chave : Crescimento; Crianças; Aptidão Morfológica; Somatótipo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons