SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número27Associações de pais e política educativa municipal: redes em construçãoA autoaprendizagem no ensino superior e a aprendizagem baseada na resolução de problemas: perspetivas e questões índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Lusófona de Educação

versão impressa ISSN 1645-7250

Resumo

ABRANTES, Pedro  e  TEIXEIRA, Ana Rita. A intervenção socioeducativa em territórios marginalizados: agentes de desenvolvimento local ou da ordem escolar?. Rev. Lusófona de Educação [online]. 2014, n.27, pp.27-41. ISSN 1645-7250.

O artigo discute as representações e práticas geradas pelo Programa Territórios Educativas de Intervenção Prioritária (TEIP), no âmbito da relação entre escola e comunidade, centrando-se na ação dos técnicos contratados para gabinetes de cariz socioeducativo. Com base nos resultados de um projeto de investigação em sete territórios e de uma tese de mestrado em quatro deles, utilizando a metodologia do estudo de caso (incluindo análise documental, questionários, entrevistas, focus groups e observação direta), observa-se como os projetos TEIP - e, em particular, os técnicos contratados - foram mobilizados, sobretudo, para atividades de acompanhamento dos alunos e de enriquecimento curricular, com impacto na pacificação do ambiente escolar. Sendo um conceito legitimador da intervenção, o desenvolvimento local raramente se consubstancia em ações concretas e consistentes. A partir de uma abordagem crítica, o artigo estrutura-se em quatro secções: (1) discussão teórica, (2) apresentação da metodologia, (3) a intervenção socioeducativa nos projetos TEIP, (4) os perfis profissionais e modalidades de ação que têm caracterizado os técnicos contratados. No final, advoga-se que, para romper os círculos de privação e reprodução que marcam as experiências educativas nestes territórios, é necessária uma política não apenas “compensatória” ou “reparatória”, mas transformadora das estruturas escolares e comunitárias.

Palavras-chave : escola; comunidade; reprodução; TEIP; desigualdade.

        · resumo em Inglês | Francês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )