SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número2Weapons of the Weak in Portugal during the Early 20th Century: The Example of the Central Alentejo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


e-Journal of Portuguese History

versão On-line ISSN 1645-6432

Resumo

MENESES, Filipe Ribeiro de. The Portuguese Expeditionary Corps in France (1917-18) and the Long Shadow of the Peninsular War against Napoleon. e-JPH [online]. 2018, vol.16, n.2, pp.1-23. ISSN 1645-6432.  http://dx.doi.org/10.26300/d9mr-qy49.

O envio do Corpo Expedicionário Português (CEP) para França, em 1917, representou, para a corrente intervencionista portuguesa, a afirmação do desejo nacional de recuperar um papel independente na cena mundial, libertando Portugal da influência britânica. Porém, o CEP dependia da Força Expedicionária Britânica, muito maior do que ele, para a sua instrução, abastecimento e liderança. A relação entre os dois exércitos ficou marcada por dificuldades várias e desentendimentos culturais que resultavam em parte de leituras diferentes da campanha comum, um século antes, contra Napoleão, durante a Guerra Peninsular. O desejo britânico de corrigir os defeitos do CEP foi interpretado no seio deste como uma vontade de subjugar os Portugueses e ficar com os louros por eles conquistados no campo de batalha.

Palavras-chave : Primeira Guerra Mundial; Portugal; Beresford; Exércitos; Memória.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons