SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número35O “Direito à Cidade” nos PALOP: Quatro décadas de expansão urbana, de políticas e de mutações sociais. Notas para uma investigaçãoVivências e percepções acerca da educação em Moçambique: Olhares etnográficos em uma escola primária no bairro da Matola A índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Cadernos de Estudos Africanos

versión impresa ISSN 1645-3794

Resumen

SITOE, Tirso Hilário. Para Além de uma Escolha: Da música de crítica e protesto social às identidades político-partidárias em Moçambique. Cadernos de Estudos Africanos [online]. 2018, n.35, pp.135-148. ISSN 1645-3794.  http://dx.doi.org/10.4000/cea.2753.

No debate sobre os processos de governação em África, a juventude se tem mostrado como ator social fundamental, engajado em questionar e contestar, através das artes e da cultura, as avenidas de governação que os altos representantes do Estado tomam. Se, por um lado, os músicos começam a abordar diretamente aos líderes políticos, protestando contra a falta de prestação de contas e exigindo um diálogo justo sobre a representação dos seus interesses, por outro lado, os líderes políticos buscam exercer um controlo social da arte dos músicos, fazendo com que estes façam a mobilização popular nas suas expressões de crítica e protesto social, enaltecendo questões “nacionalistas” e “patrióticas”. O presente artigo explora a forma como as músicas de crítica e protesto social são um ponto de partida para a compreensão da forma como as identidades político-partidárias são forjadas discursivamente por parte dos músicos, em particular do músico Azagaia e seu público em Moçambique.

Palabras clave : música de crítica e protesto social; identidades político-partidárias; tempo; discurso; Moçambique.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons