SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 issue35The United Nations debate regarding Portuguese colonial issue and the development of the idea of self-determination (1961-1975)Four decades of independence, from ‘changes' to the uncertainty of lives in Sao Tome and Principe author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Cadernos de Estudos Africanos

Print version ISSN 1645-3794

Abstract

BARROSO, Luís. Marcelo Caetano e a Origem do Exercício ALCORA. Cadernos de Estudos Africanos [online]. 2018, n.35, pp.35-59. ISSN 1645-3794.  http://dx.doi.org/10.4000/cea.2561.

O objetivo deste texto é determinar as razões que levaram a África do Sul a ansiar por apressar a formalização do Exercício ALCORA em outubro de 1970, depois de apresentarem o plano de defesa para a África Austral em março desse ano. Não obstante as dinâmicas globais da Guerra Fria, consideramos que o Exercício ALCORA resultou da desconfiança sul-africana na capacidade de Portugal conseguir derrotar os movimentos de libertação em Angola e Moçambique. O nosso argumento considera o ano de 1968-69 como charneira entre os relacionamentos informais e a necessidade de um relacionamento formal, que permitisse a Pretória o controlo da estratégia global para a África Austral, dado o valor estratégico que Angola e Moçambique tinham para Pretória. Embora inicialmente focalizado na dimensão militar, é de admitir também que o Exercício ALCORA pudesse ser um primeiro passo para uma maior integração política na África Austral, envolvendo as dimensões económicas, sociais e políticas. Atendendo que o Exercício ALCORA se focava na contrainsurgência, um acordo militar foi um passo lógico, apesar dos problemas decorrentes das políticas raciais.

Keywords : ALCORA; Marcelo Caetano; África do Sul; Angola; Moçambique.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License