SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número2Atividade física de lazer e estágios de mudança de comportamento em professores universitáriosAssociação do envolvimento à actividade física e à aptidão em jovens madeirenses índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Ciências do Desporto

versão impressa ISSN 1645-0523

Resumo

CORTE-REAL, Nuno et al. Prática desportiva de estudantes universitários: o caso da Universidade do Porto. Rev. Port. Cien. Desp. [online]. 2008, vol.8, n.2, pp.219-228. ISSN 1645-0523.

Embora as vantagens associadas à prática desportiva por pessoas de todas as idades sejam hoje perfeitamente evidentes, vários estudos realizados com populações universitárias têm destacado o seu elevado sedentarismo, razão pela qual se justifica investigar as determinantes da sua actividade desportiva. Reconhecendo a importância assumida neste domínio pelas dimensões social, cognitiva e afectiva, este estudo procurou analisar a prática desportiva de estudantes universitários, relacionando-a com variáveis intrapessoais (e.g., sexo, idade) e interpessoais (e.g., hábitos desportivos de familiares e amigos). Participaram 2284 estudantes dos dois sexos, com idades entre os 18 e os 30 anos (M=21.87±2.37), que preencheram um questionário sobre a sua prática desportiva e a dos seus familiares e amigos. A análise dos resultados evidenciou que os estudantes: i) preferiam actividades de fitness, natação e futebol, bem como actividades menos tradicionais (e.g., capoeira); ii) praticavam maioritariamente desporto recreativo, ao longo de todo o ano, em associações/ academias/ ginásios; iii) os homens eram mais activos; iv) maioritariamente preferiam praticar desporto acompanhados, o que convergia com as correlações positivas encontradas entre a regularidade da sua prática e a dos seus amigos e familiares. Daqui resulta, portanto, a importância de adequar a oferta desportiva às preferências dos estudantes, não só em termos de modalidades e espaços, mas também considerando o papel dos outros significativos.

Palavras-chave : estudantes universitários; prática desportiva; influências sociais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )