SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número3Estrutura de prática na aquisição de uma tarefa de timing coincidente com desaceleração do estímulo visualOs estudos dos esportes na natureza: desafios teóricos e conceituais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Portuguesa de Ciências do Desporto

versão impressa ISSN 1645-0523

Resumo

RODRIGUES, Luis Paulo; ANGELICO, Sérgio; SARAIVA, Linda  e  BEZERRA, Pedro. Estabilidade da aptidão física na transição da infância (7-9 anos) para a puberdade (15 anos): o Estudo Morfofuncional da Criança Vianense.. Rev. Port. Cien. Desp. [online]. 2007, vol.7, n.3, pp.347-357. ISSN 1645-0523.

O objectivo deste estudo foi o de inquirir sobre a estabilidade das trajectórias de aptidão física entre a infância e o final da puberdade. Cento e setenta e quatro rapazes e raparigas foram anualmente avaliados em sete provas constituintes de uma bateria de aptidão física durante três anos consecutivos na infância (7, 8 e 9 anos de idade), sendo sujeitos a uma nova repetição passados seis anos (15 anos). A estabilidade dos resultados foi aferida através dos coeficientes de auto-correlação (Spearman e Pearson) e do Kappa de Cohen (K). Os resultados encontrados demonstraram que a estabilidade da aptidão física na transição do período pubertário (9-15 anos) foi menor do que na infância (7-9 anos), e os rapazes foram sempre mais estáveis que as raparigas. Os valores de auto-correlação inter-idade variaram de 0,43 a 0,81 entre os 7 e os 9 anos, e de 0,23 a 0,66 dos 9 aos 15 anos. Na generalidade, o tracking encontrado ao longo das idades estudadas foi bastante baixo (K entre 0,11 a 0,33), mas quando analisada a estabilidade relativa a quatro canais percentílicos, percebe-se que as crianças com piores prestações tendem a permanecer mais no seu canal percentílico (<p25) enquanto se perspectiva uma maior troca de posições entre os melhores (>p75).

Palavras-chave : tracking; estabilidade; aptidão física; EMCV; longitudinal; adolescência.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )