SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1FOODLIT-PRO: Desenvolvimento de literacia alimentarRelação entre estilos educativos parentais, confiança interpessoal e vinculação na adolescência índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

CARNEIRO, Francis Anne; COSTA, Pedro Alexandre; PEREIRA, Henrique  e  LEAL, Isabel. A qualidade das vivências parentais em três famílias homoparentais Portuguesas. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2018, vol.19, n.1, pp.129-135. ISSN 1645-0086.  http://dx.doi.org/10.15309/18psd190119.

Estudos internacionais sustentam que são os processos e as dinâmicas familiares determinantes para o ajustamento psicossocial das crianças e não a orientação/identidade sexual dos pais/mães. Quanto às famílias homoparentais por adoção, não foram encontradas diferenças significativas nos níveis de stress parental ou de envolvimento afetivo quando comparadas com famílias heteroparentais por adoção. Contudo, em Portugal a investigação sobre famílias constituídas por mães/pais lésbicas/gays é ainda escassa. A presente investigação teve como objetivo avaliar as dinâmicas familiares e o enquadramento social de famílias de pais gays/mães lésbicas, recorrendo à metodologia qualitativa através da Análise Temática. Foram conduzidas entrevistas semi-estruturadas a três famílias de mães lésbicas/pais gays por adoção. Identificaram-se três principais temas: Motivação para a parentalidade e experiências durante o processo de adoção; Não reconhecimento legal de uma das figuras parentais; e Experiências de Parentalidade. Nas três famílias verificou-se uma forte motivação para a concretização do projeto parental. Por outro lado, o estigma institucional a que foram sujeitas durante o processo de adoção parecem ter influenciado negativamente o seu bem-estar. A qualidade relacional e o elevado envolvimento parental minimizaram os efeitos das dificuldades encontradas em favor do elevado desejo de constituir uma família com filhos.

Palavras-chave : mães lésbicas; pais gays; adoção; análise temática.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons