SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1Habilidades sociais na promoção de saúde: preditoras da saúde mental e sexual índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psicologia, Saúde & Doenças

versão impressa ISSN 1645-0086

Resumo

MARTINS, Alexandra; CHAVES, Catarina; CANAVARRO, Maria Cristina  e  PEREIRA, Marco. Que fatores psicossociais se associam à realização do teste ao VIH?. Psic., Saúde & Doenças [online]. 2018, vol.19, n.1, pp.3-10. ISSN 1645-0086.  http://dx.doi.org/10.15309/18psd190102.

O diagnóstico precoce da infeção VIH tem sido uma prioridade da Direção-Geral da Saúde. Este estudo avaliou os fatores psicossociais associados à realização do teste ao VIH em adultos, em Portugal. A amostra foi composta por 582 participantes da população geral (144 homens e 438 mulheres), com uma idade média de 30,66 anos. Os participantes preencheram questionários relativos a informação demográfica e atividade sexual, risco percebido de infeção VIH, conhecimentos sobre VIH/Sida, estigma e discriminação, vinculação e tolerância à angústia. Os resultados revelaram que 58% dos participantes já realizou alguma vez o teste ao VIH. Uma maior probabilidade de realização do teste mostrou-se associada a maior perceção de risco de infeção VIH (OR = 1,07, 95% CI 1,03/1,12) e mais conhecimento sobre VIH/Sida (OR = 1,33, 95% CI 1,18/1,50), bem como a menor ansiedade relacionada com a vinculação (OR = 0,86, 95% CI 0,75/0,98) e maior tolerância à angústia (OR = 1,37, 95% CI 1,04/1,81). O estigma e discriminação em relação ao VIH não se revelaram significativos. Os resultados sugerem que os indivíduos com mais conhecimento e maior perceção de risco de infeção, maior capacidade percebida para suportar estados emocionais/ físicos aversivos, e níveis mais baixos de vinculação ansiosa têm maior probabilidade de realizar o teste ao VIH. O conhecimento destes fatores pode ter impacto na investigação futura, bem como nas práticas e políticas de saúde pública.

Palavras-chave : infeção VIH/Sida; teste de rastreio ao VIH; fatores psicossociais; população geral.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons